Arquivo da tag: ator

Conheça a importância do Coach para o aprimoramento de Atores

299904-P7FMYN-243b
(Créditos/Foto: Azul foto criado por freepik – br.freepik.com)

Quem já ouviu falar em um instrutor ou treinador (coach) para atores? Pois é, o coaching não se destina apenas a executivos das áreas de negócios, tendo mostrado sua importância para atores que buscam aprimoramento profissional.

Coaching é um termo de origem inglesa, que significa atividade de formação profissional, em que o treinador (coach) orienta o seu cliente (coachee) a desenvolver e se aprimorar em alguma área, seja no aspecto pessoal ou profissional.

Desse modo, o coach entra em cena quando alguém decide evoluir em algum aspecto de sua vida, mobilizando conhecimentos para que se torne mais assertivo em sua carreira.

Entretanto, o coach não precisa ser um profissional experiente na área específica de seu cliente, mas deve dominar a aplicação de técnicas, estratégias e ferramentas que o ajudem a desenvolver determinadas habilidades e competências.

Trata-se de um trabalho de instrução, geralmente realizado individualmente, mediante uma prévia avaliação das metas almejadas, sendo utilizadas técnicas inovadoras, além da contínua motivação do cliente.

O trabalho do coach é muito conhecido entre os astros de Hollywood e, atualmente, está cada vez mais presente no Brasil, especialmente entre atores de novelas. Mas o coaching não se destina exclusivamente a atores iniciantes, ao contrário, muitos daqueles que têm utilizado este serviço são profissionais experientes, mas que desejam realizar um trabalho de excelência, com diferenciais competitivos.

O coaching é realizado em sessões semanais, quinzenais ou mensais, durante cerca de uma hora e meia, visando levar o cliente a superar limitações e desenvolver novas competências. A duração depende das necessidades do cliente, sendo elaborado um plano de trabalho com previsão de início e término.

Geralmente, os clientes exigem a confidencialidade do coaching, que, inclusive é regido por um contrato de prestação de serviços.

O coach para atores atua como um diretor de elenco ou, mais comumente, denominado preparador de elenco, fornecendo orientações antes, durante e depois da entrada em palco. Também ajuda o ator a compreender melhor o personagem, encorajando-o a romper barreiras e a responder positivamente aos feedbacks.

Em suma, o coaching favorece o desenvolvimento pessoal e profissional, melhorando a expressão verbal e corporal, permitindo ao ator desvencilhar-se dos laços impostos pela sociedade, passando a atuar mais livremente e consciente do seu papel.

Neste sentido, é bastante conhecido o trabalho de Paloma Riani, que está envolvida com teatro desde 1983, tornando-se uma referência em se tratando de coaching de atores, dentre os quais, diversos famosos, especialmente estrelas da Globo, como Patricia Pillar, Mariana Ximenes, Vanessa Giácomo, dentre outras.

Também realizou o treinamento das meninas que se candidataram para a Oficina de Talentos do Caldeirão do Huck, que escolheu uma jovem atriz de comunidade para um curso de formação de atores, bem como um contrato com a empresa de cosméticos L’Oreal.

Paloma Riani reflete seu entusiasmo e paixão pelo trabalho que faz, que facilita o trabalho dos atores. Por isso, a participação nos cursos e workshops ministrados por esta grande preparadora de elenco na BRAAPA Escola de Atores é muito importante para os atores que buscam aprimoramento profissional.

Outra preparadora ilustre que colabora com o nosso Curso de Atores é Andrea Cavalcanti, ministrando workshops na BRAAPA desde 2015, tendo vasta experiência: trabalhou na preparação de elenco do seriado O Caçador, da atriz Paolla Oliveira, da novela Insensato Coração, bem como com o elenco das Novelas Alto Astral, Lado a Lado, Guerra dos Sexos, Aquele Beijo, Cordel Encantado, Ti Ti Ti, dentre outras.

Também já contamos com a participação do americano Robert Castle, que atuou no Instituto de New York, diretor de palco especialista na direção das peças de Edward Allan Baker, Richard Vetere, John Patrick Shanley, D. McDonald e Luigi Pirandello. Castle, fundador do IT New York, lecionou produção de vídeo e roteirismo na Universidade Estadual de Nova York (SUNY), tendo também ministrado na UCLA e na Oberlin College, e no Instituto de Teatro e Cinema Lee Strasberg em Nova York.

Como se observa, a BRAAPA Escola de Atores busca sempre contar com renomados profissionais, oferecendo aulas particulares ou em grupo personalizadas, direcionadas para as necessidades dos atores em cada trabalho realizado.

No site da BRAAPA são encontradas as programações dos cursos e workshops, estando o próximo previsto para Abril de 2019.

#coach #coaching #workshop #inscrições #beneficiosdoteatro #curso #cursointensivo #formaçãoprofissionaldeatores #cursodedublagem #sejaumdublador #clown #sejaumclown #workshopdeclown #braapa #turmasmatinais #turmasnoturnas #teatro #tv #cinema #cursodeteatro #escoladeteatro #vilamadalena #sumare #incriçoesabertas #garantasuavaga #euamoteatro #vemparaoteatro #fevereiro2019

5 Dicas de Peças Teatrais para você conferir em Fevereiro e Março

2019 começou com tudo e para a nossa felicidade, novas peças teatrais também. O que seria da nossa vida sem a arte, não é mesmo?
Para dar o start nesse novo ano, listamos algumas peças para você conferir.

Avesso, O Musical (Francisco JuniorDivulgação)
(Foto Divulgação: Francisco Junior)

1º – Avesso, O Musical:
Na trama do espetáculo, um grupo de alunos decide sequestrar um professor para conseguir conversar com o reitor da universidade e pedir melhores condições de ensino. Ao longo do plano, no entanto, acabam por perder o controle.
Direção de Hudson Glauber – Teatro Nair Bello – Rua Frei Caneca, 569 – Shopping Frei caneca, 3º piso
Até 24 de fevereiro.
https://bit.ly/2G8uayx

2º – Cão:
O grupo de atores parte de experiências pessoais para discutir questões como relações exageradas com animais de estimação, amores incompreendidos e relacionamentos abusivos.
Teatro de Arena Eugênio Kusnet – Sala Augusto Boal.
Até 24 de fevereiro.
https://bit.ly/2Dsbeam

3º – Engolindo Sapo:
O ator Rodrigo Nascimento interpreta quatro personagens neste solo: um sapo que vive na Cantareira e sofre com a falta de água, um terrorista árabe, um idoso que tenta aprender computação com seu neto e uma empregada atrapalhada.
Teatro Ruth Escobar – Sala Miriam Muniz – Rua dos ingleses, 209 – Morro dos Ingleses –São Paulo.
Até 02 de março.
https://bit.ly/2D9Np76

4º – Homens no Divã:
Na comédia, um médico, um bombeiro e um executivo se encontram na sala de espera do consultório de um psicólogo. Inicialmente apenas jogando conversa fora, os três acabam adentrando em assuntos pessoais que transformam a discussão em uma sessão de psicanálise coletiva.
Teatro Raposo Shopping – Sala Irene Ravache – Raposo Shopping
Até 03 de Março.
https://bit.ly/2MOBe3Z

Flávia Canavarro divulgação
(Foto Divulgação : Flávia Canavarro)

5º – A Ponte De Daniel Maclvor, discute conflito de gerações:
Um espetáculo dirigido por Adriano Guimarães que teve sua estreia no dia 1 de fevereiro.
Três atrizes de gerações e carreiras distintas, Maria Flor, conhecida pelo trabalho na televisão, Bel Kowarick, renomada intérprete teatral, e Débora Lamm, conhecida por participar de comédias, sobem juntas ao palco a partir desta sexta (1º) para interpretar três irmãs que vivem justamente conflitos geracionais.
Com texto do dramaturgo canadense Daniel MacIvor (“In On It”, “À Primeira Vista” e “Cine Monstro”), “A Ponte” apresenta temporada no CCBB – Teatro – R. Álvares Penteado, 112, Centro.
Até 25 de março.
https://bit.ly/2D8aDdD

Que tal você fazer parte de uma peça teatral? Venha fazer o Curso de Formação Profissional de atores, aqui da BRAAPA, e torne-se um grande ator.
Confira mais em: https://bit.ly/2xxltZO 🎬

Conheça 6 maneiras de mostrar suas reais emoções, e garantir uma melhor atuação

photo-1521996319423-90475f382dff

Para muitos, atuar é uma jornada de autodesenvolvimento árdua e difícil. Um ator não só tem o controle de sua voz, mas da postura corporal e da expressão facial, além de memorizar suas falas. No entanto, um dos passos mais difíceis na jornada para se tornar um profissional habilidoso é desenvolver a capacidade de expressar a emoção dramática. Então, para vocês que acham uma cena triste complicada de fazer ou que fazem uma em que devem ficar aterrorizados, mas acabam parecendo constipados, aqui vai um curto guia para começar.

🎬 1º – Pense na atuação assim como um artista ou um autor, no sentido de que você precisa desenvolver a mentalidade certa antes de começar. Leia o script ou estude a história e tente entender por que cada personagem reage da maneira que reage e como você se sentiria nessa situação.

🎬 2º – Visualize quaisquer cenas que apresentem um problema. Por que o personagem reage dessa forma? No que ele está pensando? Como a pessoa costuma ser (a postura, o tom, o registro, a idade, os movimentos corporais, etc.)? Tente incorporar isso no personagem. Às vezes, é fácil deixá-lo mais parecido com você e isso pode funcionar, no entanto, atuar deve ser como usar uma máscara. Você se torna alguém diferente e, depois, remove a máscara que tinha colocado.

🎬 3 – Pratique “ser” o personagem. Arrume um espelho e recite as falas enquanto atua. Se possível, pratique a postura, o tom, o movimento corporal e o registro para encontrar e resolver quaisquer problemas de plausibilidade. Tente ser crítico, mas se certifique de ser realista e de não exagerar.

🎬 4º – Quando estiver tentando expressar uma emoção, tente acreditar que é o personagem. Incorpore os medos e os sentimentos dele e mergulhe na história. Pode parecer uma atitude meio obsessiva, mas a maioria dos atores usa essa técnica. O Al Pacino comentou que, durante as filmagens de “Scarface”, ele entrou em um mundo diferente e chegou a achar que ele mesmo, Al, havia sumido.

🎬 5 – Lembre-se de que expressar as emoções é mais que apenas saber usar palavras e tons de voz. A postura e os gestos adicionam efeito e tornam a atuação mais realista.

🎬 6 – Estudar é uma parte importante no processo de atuação. Estude quaisquer aspectos de seu personagem detalhadamente, além de qualquer coisa que não entender na história. Assista a vídeos e preste atenção à maneira como a pessoa se move, fala e se porta. Que registro ela usa? O que lhe transmite a tristeza dela? Que expressões faciais ela está usando? Como é o tom de voz dela? Além disso, lembre-se de que, dependendo do sexo, da idade e do passado do personagem, pode ser que ele reaja de um jeito diferente. Um gângster rude de Glasgow não começaria a chorar na frente de todos os amigos dele, certo?

Aprenda essas técnicas e muito mais em nosso Curso Intensivo de Formação Profissional de Atores. Saiba mais em 👉 BRAAPA Escola de Atores. 🎬

FONTE: HikiHow

4 Maneiras de falar melhor em público

mao-humana-segurando-clapperboard-frente-dois-mimite-artista-executar-fase_23-2147891711

Aqui vão conselhos simples e eficazes de especialistas que misturam oratória moderna e técnicas teatrais, para melhorar a sua comunicação.
A capacidade de falar em público é algo útil para o dia a dia para expor seu ponto de vista e também para quem está no palco.
Essas dicas vêm do Teatrês Teatro Coach, onde Mauro Henrique Toledo e Alzira Andrade apostam no domínio do corpo e em técnicas teatrais para transformar a comunicação.
O primeiro passo para se preparar e sair do loop negativo. Confira algumas lições apresentadas por eles.

🎬 1 – Reações negativas têm seus motivos.
Quem nunca teve um branco. Qual era a palavra? Qual era o assunto? O que você estava falando mesmo? Isso pode te desencadear algumas reações físicas negativas, como ansiedade, nervosismo, taquicardia, entre outros fatores. Desmoralizada, a pessoa começa a falar mais ou acaba travando. Quer acabar com isso o mais rápido possível.
Essa experiência negativa é muito marcante e pode acontecer novamente, criando um medo da situação em si. Segundo Alzira, “ Pensar sobre o medo fortalece o medo” e “Afirmá-lo reforça o caminho neural, viciando as reações do corpo”.
Saber que você tem o poder de controlar seu corpo fisicamente desenvolve seu potencial de comunicação.

🎬 2 – Cultue o Empoderamento.
Uma das maneiras de se sentir no controle é um exercício de empoderamento. A dupla recomenda que você pense em um momento em que agiu com coragem e prontidão.
Não pense nas repercussões boas ou ruins daquele ato, apenas escreva como se sentiu. A energia contida naquela lembrança pode se tornar um estado de ânimo poderoso, que você pode utilizar a seu favor e trocar as reações negativas pelas positivas. “Valorize suas experiências positivas”, dizem os Coaches.

🎬 3 – Lembre-se de que a plateia não é um tigre.
O sistema nervoso guarda em si uma reação chamada “fight or flight”, ou luta ou fuga. Foi gravada há milhões de anos e serve para identificar perigos rapidamente, para que decisões de vida ou morte sejam tomadas depressa. Quando ativada, a reação causa taquicardia, estresse, boca seca. A dupla utiliza um encontro com um tigre como exemplo: É como encontrar um tigre: É um momento muito perigoso e que desencadeia, de maneira justificada, essa manifestação física.
Quando se trata de falar em público, o ideal é você saber que essa reação não passa de um perigo imaginário.
Para esse momento, Mauro recomenda a técnica da respiração chamada 535: solte os ombros, respire focando no diafragma por cinco tempos, segure por outros três e solte por cinco tempos. Repita algumas vezes. O efeito é admirável.

🎬 4 – Seja Empático.
Algumas pessoas podem lhe dar conselhos de que a plateia está ali para ser conquistada, vencida e derrotada. Isso não é verdade. Esse tipo de pensamento também pode causar estresse, ansiedade e tensão. Você deve se identificar com a plateia e ser empático. Coloque-se no lugar dela, saiba seu perfil geral e pratique a generosidade ao expor suas ideias, compreendendo quem são as pessoas e as auxiliando com informações na hora certa.
Caso esteja com dificuldades para entender exatamente como agir com empatia, faça um exercício sobre o oposto. Pense numa pessoa apática que você conhece – alguém desanimado, sem energia e que não demonstra desenvolvimento. Descreva todas as suas características e reflita sobre às vezes em que você também esteve assim. O que colheu? O que essa apatia criou? Desinteresse? Ressentimento? É justamente o que cria um orador apático.

Aproveite para fazer a sua inscrição para o nosso Curso de Formação Profissional de Atores e venha colocar em prática esses ensinamentos. Acesse o link e saiba mais: https://bit.ly/2xxltZO

FONTE: EXAME

APRENDA A ESCREVER CURRÍCULO PARA TEATRO

jovem-mulher-usando-computador-em-oculos-verdes-no-parque_1421-165

Quando buscamos um emprego, precisamos ter em mãos um currículo, que contará com o seu histórico de experiências, educação e vida profissional. O mesmo tipo de informação deve ser posto em um currículo para teatro, concentrando-se em suas apresentações teatrais, educação formal e experiência no ramo. Caso já tenha trabalhado para um diretor conhecido, ou se teve um papel como protagonista, lembre-se de escrevê-lo. Não é necessário listar tudo o que você já fez, mas apenas os papéis e eventos principais.

🎬 1º Passo – Certifique-se de que o seu currículo contenha todas as seguintes informações (que se apliquem à sua experiência em particular).

🎬 2º Passo – Use um formato que assegure que a informação seja mostrada na ordem em que usaremos aqui.

🎬 3º Passo – Comece a listar a experiência com o mais recente e continue até alcançar o inicial, por último. A primeira coisa que será lida em seu currículo será a sua experiência e os últimos trabalhos, então se lembre de enfatizar tudo o que, de importância, houver em nomes, datas e apresentações teatrais que tenham acontecido mais recentemente.

🎬 4º Passo – Escreva o seu currículo tão resumidamente quanto possível, de forma a ter o tamanho de uma folha A4 ou A5, cuidadosamente grampeado com uma fotografia em cada canto. Tempo é crucial em um teste, e um currículo será rapidamente visualizado. É a sua apresentação que lhe dará o trabalho. Coloque no currículo as seguintes informações:

• Nome
– Endereço de e-mail e número de telefone
– Uniões ou sindicatos, se aplicável
– Agências, se aplicável
– Altura, peso, cor de cabelo, cor de olhos
– Amplitude vocal

• Apresentações
– Teatro
– Nome do espetáculo
– Papel
– Diretor

• Excursões
– Nome do espetáculo
– Papel
– Teatro
– Diretor

• Regionais:
– Nome do espetáculo
– Papel
– Teatro
– Diretor

• Cinema
– Título
– Papel
– Estúdio
– Diretor

• Televisão
– Título
– Papel
– Estação
– Diretor

• Comerciais
– Produto
– Regional
– Nacional

• Treinamento e educação formal
• Habilidades especiais: Dialetos, esportes, música, etc.

🎬 • Importante: Nunca minta. As suas referências e apresentações serão conferidas. Mentir pode trazer danos a todo o seu futuro, já que poderá ter sido colocado na lista negra de quaisquer testes previstos no futuro.

🎬 Algumas dicas importantes:

– Se vista bem. Essa será uma entrevista de emprego, e você deve estar bastante atraente.
– Seja sempre honesto em suas respostas
– Seja sempre você mesmo.
– Se você não está certo de como fazer um currículo adequado a um diretor ou agente, peça a um contato ou amigo que já se tenha estabelecido que o veja ou contate um consultor com serviços de auxílio a atores.
– Não invente coisas ao descrever estatísticas pessoais como altura, peso ou cor de olhos, já que essas informações podem vir à tona, impedir que você consiga o trabalho e, ainda, arruinar as suas chances de trabalhar para essa companhia no futuro.

Aproveite para dar início na sua carreira de ator. Confira nossas turmas de Formação Profissional de Atores: www.braapa.com.br 😃🎬

 

Fonte: WikiHow 

45 anos da Campanha de Popularização Teatro e Dança – Belo Horizonte

684477c232ce4c24949fd1a229f654cf_original
(Foto Divulgação)

Uma Campanha realizada pelo Ministério da Cultura, Governo de minas Gerais, Prefeitura de Belo Horizonte, Globo, Instituto UNIMED-BH, Olé Consignado, Cimento Nacional, MGS, USIMINAS, CEMIG e Sinparc.
Acesse o Link: https://bit.ly/2slN9Ng e conheça mais sobre essa maravilhosa Campanha e a programação de 2019.

O ponto de partida se deu a paixão pelo teatro, com uma ideia e uma Kombi. Foi assim que surgiu a Campanha de Popularização do Teatro, uma iniciativa de produtores e artistas do Rio de Janeiro, que no inicio da década de 70, iniciaram um movimento para buscar novos públicos para as artes cênicas.

O Projeto veio com o lema “teatro para o Povo” e, consistia em reunir a produção teatral, diminuir o valor dos ingressos e disponibilizar um ponto móvel, no caso, a Kombi, para que as pessoas pudessem adquirir seus ingressos. A ideia foi tão próspera que em pouquíssimo tempo se espalhou pelo Brasil.
Em Belo Horizonte, o então Coordenador do Festival de Inverno da UFMG, Júlio Varella, solicitou ao Serviço Nacional do Teatro, ligado ao MEC, a vinda do Projeto para BH. E foi então que em 1973 BH teve a sua primeira Campanha, com duas Kombis que percorriam as praças e os principais pontos da cidade, vendendo seus ingressos.

Com o passar doa anos as coisas mudaram, mas a essência da Campanha ainda é a mesma: Popularizar as artes cênicas; proporcionar espaço para que a arte possa entrar e transformar a vida das pessoas. E acreditando no trabalho que fazem e na transformação que proporcionam, eles continuam mesmo diante das dificuldades encontradas. E é por isso que a Cidade de Belo Horizonte carrega dado estatístico de ser a Capital onde se tem o maior número de pessoas que têm acesso ao teatro, sendo 41% e, em seguida vem São Paulo com 345. Esse número é fortemente influenciado pela Campanha que há 45 anos abre as portas do Teatro para a cidade.

Em 2019 a Campanha completou 45 anos, com foco em resgatar a história.

(Por Rômulo Duque – Presidente do Sinparc)

Linha do Tempo da Campanha:

🎬 1971 – No início da década de 70, nasceu no Rio o Projeto Teatro para o Povo: Ingressos a preços especiais, vendidos em pontos de circulação do público.

🎬 1973 – O projeto chegou a BH, através dos esforços de Júlio Varella, então Coordenador do Festival de Inverno da UFMG.

🎬 1975 – Nesse ano, a Campanha vendeu pouco mais de 650 ingressos e não chegava a 20 o número de espetáculos participantes, entre teatro adulto e teatro infantil.

🎬 1980 – Na década de 70 e início de 80, a Praça Sete era o principal ponto de venda de ingressos, que passou a ter um posto fixo, além das Kombis que circulavam os bairros.
Com a reforma realizada na Praça Sete, o posto fixo de vendas foi levado para o atual Mercado das Flores, que se transformou, até os dias de hoje, em referência na venda de ingressos para teatro na cidade.

🎬 1984 – Na década de 80 a Coordenação da Campanha firmou parceria com a Rede Globo, trazendo maior divulgação e estendendo o alcance do Projeto.

🎬 1990 – A Lei Rouanet e as demais leis de incentivo à cultura, criadas no início da década de 90, permitiram ampliar a Campanha, que passou a contar com diversas empresas patrocinadoras.

A Campanha já foi realizada em 11 cidades de Minas Gerais, Além de Belo Horizonte.

🎬 2000 – Nesse ano, a Dança entrou na programação do evento que passou a ser chamada de Campanha de Popularização do teatro e da Dança.

🎬 2010 – No final da década de 2.010 houve ampliação dos postos de venda de ingressos, para atender a crescente demanda de público. Pouco depois, Sinparc criou o sistema de venda on line, trazendo maior comodidade para o público adquirir seus ingressos.

🎬  2013 – Esse ano foi um marco para a Campanha, que registrou o maior público da história do evento 395.544 espectadores.

🎬  Hoje – Atualmente, a Campanha gera mais de 2.000 empregos durante sua realização entre artistas, técnicos, produtores e demais trabalhadores do mercado cultural.

DICAS DE LIVROS QUE ATORES EM FORMAÇÃO PRECISAM CONHECER

photo-1527963841590-34ea3172750d

Confira esses grandes 10 exemplares!

🎬 1 – Carta aos Atores e Para Louis de Funes – Valère Novarina:
‘Carta aos atores’ foi escrito durante os ensaios da peça ‘O ateliê voador’ para o elenco que estreou o espetáculo em janeiro de 1974. O monólogo reflete sobre a arte da representação, recordando que é no ritmo que o sentido do texto de teatro se revela. Em ‘Para Louis de Funès’, o dramaturgo francês reflete sobre a palavra, o pensamento e o corpo do ator, explorando o papel do teatro na sociedade.

670093

🎬 2 – O Papel do Corpo no Corpo do Ator – Sonia Machado Azevedo:
A autora, Sônia Azevedo investiga princípios, técnicas e metodologia de criação nas artes cênicas, as quais têm como elemento fundante o corpo do ator. A máscara atoral é examinada desde a preparação de um corpo disponível à sua utilização, na abordagem fenomenológica de sua composição, no arranjo formal e estético dos signos utilizados na cena contemporânea, até o momento mesmo da apresentação, em suas reapresentações, na manutenção e recuperação diária das energias somáticas nela investidas. Compondo-se de três partes, que vão desde uma investigação de princípios norteadores do trabalho corporal na dança, nas terapias que o utilizam e, sobretudo, no teatro, o livro propõe práticas e uma metodologia para o preparo do intérprete teatral dos nossos dias, tanto na improvisação, na representação e na criação formal da máscara.

151969

🎬 3 – A Linguagem da Encenação Teatral – Jean-jacques Roubine:
Este estudo da evolução das artes cênicas oferece uma visão panorâmica do teatro moderno sem privilegiar escolas ou encenadores. Depois de definir o âmbito das atividades do encenador, o autor analisa a evolução do texto dramático, do espaço cênico, da ambientação visual e sonora e do conceito de ator – tudo à luz do trabalho e dos escritos de destacados encenadores, como Artaud, Craig, Stanislavski, Grotowski e Brecht, entre vários outros que contribuíram para a renovação dos recursos e conceitos cênicos. Obra sempre recomendada pelo saudoso Yan Michalski, que a traduziu e apresentou.

download

🎬 4 – A arte do ator – Jean-Jacques Roubine:
Ao caracterizar a arte do ator hoje, em toda a sua diversidade, esse livro não dispensa referências históricas que chegam ao teatro grego, à commedia dell’arte e à cena romântica, embora seu terreno privilegiado sejam os trinta anos que começam na década de 1950, com o pós-guerra. O universo do palco hoje é influenciado por vários fatores que não pertencem à esfera do teatro. Introduzidos pelo cinema ou pela televisão – como o close, por exemplo – ou mesmo pelas descobertas da psicanálise, estes fatores também são analisados. Ao falar do ator de hoje, evocando o intérprete de ontem, Jean-Jacques Roubine começa a formar nesse trabalho a silhueta do ator de amanhã.

🎬 5 – Manual mínimo do ator – Dario Fo:
Livro indispensável e uma referência necessária para todos os que se interessam por conhecer as técnicas da arte teatral, mais especificamente do teatro popular, que conseguem sensibilizar o espectador e motivá-lo a ficar atento à sequência da narrativa dramática. É Também uma obra que alia o conhecimento vivido dessas técnicas ao contexto mais amplo da cultura, mostrando como os procedimentos da representação descortinam uma realidade mais densa do que aquela veiculada pela simples informação.

download (1)

🎬 6 – A criação de um papel – Constantin Stanislavski:
O terceiro volume de uma trilogia tanto para os que atuam e dirigem, quanto para os que apenas estudam teatro. Os admiradores de A preparação do ator e de A construção da personagem apreciarão muitíssimo A criação de um papel. Neste livro, Stanislavski dedica-se a estudar “a preparação de papéis específicos, a partir da primeira leitura da peça e do desenvolvimento da primeira cena”, dissecando todo o trabalho que um ator deve executar para esquecer sua própria individualidade e assumir outra — aquela à qual vai dar vida no palco. A criação de um papel foi traduzido da edição americana pelo crítico e diretor teatral Pontes de Paula Lima, divulgador no Brasil dos processos cênicos criados por Stanislavski. Quer concordando, quer discordando da obra, no todo ou em algumas partes, é impossível não nos sentirmos estimulados e enriquecidos por ela.

A-Construção-da-Personagem-Constantin-Stanislavski-570x760

🎬 7 – A construção da personagem – Constantin Stanislavski:
Constantin Stanislavski, mestre do teatro russo, disseca todo o trabalho que um ator deve executar para esquecer sua própria individualidade e assumir aquela à qual vai dar vida no palco. Continuação de A preparação do ator, A construção da personagem transcende o interesse estrito dos profissionais ou amantes do teatro. Na verdade, é o romance da fascinante aventura do homem em busca de um conhecimento maior de si mesmo e de seu semelhante. A ênfase da obra recai na atuação como arte e na arte como a expressão mais alta da natureza humana.

4120+Y6TC9L

🎬 8 – A preparação do ator – Constantin Stanislavski:
Coube a Stanislavski a importante tarefa de sistematizar os conhecimentosintuitivos dos grandes atores do passado e de explicação ao ator contemporâneo como agir no momento da criação ou da realização. O seu sistema não é uma continuação das ideias expostas nos velhos manuais. É antes uma quebra da tradicional maneira de ensinar. O trabalho do ator, segundo o sistema de Stanislavski, não equivale a um estilo de representação. É, como qualquer técnica, um meio e não uma finalidade. É o próprio Stanislavski quem diz: “Ele (seu sistema) só tem utilidade quando se transforma numa segunda natureza do ator, quando este deixa de se preocupar com ele e quando seus efeitos começam a aparecer naturalmente em seu trabalho.” A técnica deve ser absorvida e nunca aparecer na realização. Esta é o resultado, e a técnica funciona então como estímulo ao processo criador.

🎬 9 – Paulo Autran: um Homem no Palco – Alberto Guzik:
As vésperas de completar cinquenta anos de carreira, Paulo Autran, em fase exuberante, atinge o topo de uma carreira que se confunde com a própria história dos palcos brasileiros. É essa história que ele conta neste livro – entremeada com suas lembranças da infância, da família, dos amigos, dos tempos de estudante e dos anos de formação como ator -, em várias horas de entrevista concedidas ao jornalista e crítico teatral Alberto Guzik.

🎬 10 – Bertolt Brecht: Teatro Completo – Vol. 1 – Bertolt Brecht:
O objetivo desta obra é oferecer aos interessados, um texto confiável de todas as peças de Brecht em língua portuguesa, neste primeiro volume encontram-se as seguintes peças: Tambores na noite (1919) Tradução: Fernando Peixoto O casamento do pequeno burguês (1919) Tradução: Luiz Antônio Martinez Corrêa com a colaboração de Wilma Rodrigues O mendigo ou o cachorro morto (1919) Tradução: Fernando Peixoto Luz nas trevas (1919) Tradução: Geir Campos A pescaria (1919) Tradução: Erlon José Paschoal Ele expulsa um diabo (1919) Tradução: Erlon José Paschoal

3 Peças Teatrais para curtir nesse final de semana (15 e 16 de Dezembro-2018)

piratasdocarambaum
(Foto: Divulgação)

Esse será o último final de semana em cartaz dessas 3 peças. Aproveite!!!

🎬 1 – Piratas do Caramba:

Os piratas Capitão Pantufa, Espadinha e Barnabé passam os dias recolhendo os lixos pelos oceanos e lembrando das antigas batalhas. Em certa manhã, encontram uma misteriosa garrafa que poderá transformar suas vidas.
Surge um dilema: Continuar suas vidas pacatas ou se arriscar no mar em busca do tesouro. |eles decidem por novas aventuras.
Uma peça com muito humor aonde o público é estimulado a interagir por diversos momentos. Segundo o ator, autor e diretor Rafael Pequeno, em alguns momentos as crianças são responsáveis pelo destino da tripulação.

Local: Teatro Folha. Avenida Higienópolis, 618, 01238-000

🎬 2 – Shrek Musical TYA:

Essa peça é uma versão brasileira do consagrado musical da Broadway e do filme vencedor do Oscar. O espetáculo traz uma mensagem engraçada e emocionante para toda a família. O cenário é rotativo, é cantado ao vivo, tem grandes coreografias e um impressionante jogo de luz.
Era uma vez um pântano distante, onde vivia um ogro chamado Shrek. Quando de repente, seu sossego é interrompido pela invasão de personagens de contos de fadas que foram banidos de seu reino pelo malvado Lorde Farquaad. Determinado a salvar o lar das pobres criaturas, e também o dele, Shrek faz um acordo com Farquaad e parte para resgatar a princesa Fiona. Porém, resgatar a princesa pode não ser nada comparado com seu segredo profundo e sombrio.

Local: Teatro Novo. Rua Domingos de Moraes, 348 (Vila Mariana)

🎬 3 – Confissões das mulheres de 30:

Trata-se de uma comédia que ficará em cartaz no teatro Folha até o dia 15 de dezembro.
Com a interpretação das atrizes Camila Raffanti e Juliana Araripe que voltaram com uma encenação atualizada dos textos de Domingos Oliveira que tratam dos amores, conflitos e descobertas das mulheres que vivem nesta faixa etária.
A peça mostra de maneira divertida o que muitas mulheres pensam e como lidam com seus desejos, sonhos, realizações e frustrações típicas dessa fase da vida. Sexo, casamento e separação, trabalho, preocupação com a maturidade e o descontrole emocional são um dos temas tratados no espetáculo.

Local: Teatro Folha. Avenida Higienópolis, 618, 01238-000

 

10 Leituras indispensáveis para atores

photo-1525715843408-5c6ec44503b1

A leitura é fundamental para qualquer pessoa, sendo ele um ator ou não, nunca é demais obter conhecimento, isso ajuda a abrir os horizontes e a nos despertar em muitos sentidos. Mas, o nosso foco aqui, são para atores que estão em formação. Por isso, trouxemos uma lista de 10 grandes livros com métodos de exercícios e com renomados nomes do Teatro Mundial, que serão de grande valia para você que quer engajar nesse mundo. Confira:

🎬 1- História Mundial do Teatro – J. Guinsburg:
Trata-se de um manual para atores profissionais e amadores, professores e crianças, escola, centros comunitários. Para os diretores de teatro propicia uma compreensão dos problemas enfrentados pelos atores e das técnicas para solucioná-los. Promove, ainda, uma discussão dessa atividade na educação, na dança, na psiquiatria, na convivência social e na criatividade artística.

captura2

🎬 2 – O Jogo Teatral no Livro do Diretor – Viola Spolin:
Este livro é uma aplicação prática do famoso método pelo qual Viola Spolin foi chamada ‘a grã-sacerdotisa do teatro improvisacional’. A autora mostra, de forma lúdica, como suas técnicas podem ser utilizadas em larga variedade de situações, e também para o amadurecimento e a integração dos participantes do projeto teatral.

🎬 3 – Dicionário de teatro – Patrice Pavis:
É uma obra conhecida internacionalmente que Traz verbetes, traduzidos por professores e pesquisadores do campo, onde são sintetizadas e discutidas questões da dramaturgia, da encenação, da estética, da semiologia e da antropologia da arte dramática, o que o constitui o saber sobre a história, a teoria e a prática da criação teatral.

🎬 4 – O Ator invisível – Yoshi Oida:
Neste manual da arte de representar, o autor demonstra a amplitude de sua experiência nas técnicas de representação, do Oriente e do Ocidente, do tradicional e do experimental, do texto escrito e do improvisado, do cinema e do teatro, do corpo a voz.

captura5

🎬 5 – Cartas à uma Jovem Atriz – Marília Pera:
Contemplando a visão de Marília Pêra, este livro mostra o verdadeiro papel do artista na sociedade brasileira, além de trazer, em pormenores, as dificuldades, os prazeres, as ilusões e a realidade desta profissão secular idolatrada pelos brasileiros em geral. Marília ensina, por exemplo, que nada deve ser feito se não for bem feito e que todos, de um modo ou de outro, são artistas da vida que levam.

🎬 6 – O teatro Épico – Anatol Rosenfeld:
O autor se lança através da história do teatro, pondo em relevo as manifestações do épico na cena do Ocidente, desde sua emergência na Grécia por meio da análise dos recursos e peças utilizadas por dramaturgos, diretores e correntes teatrais, seja da Idade Média, do Renascimento e do Barroco, ou da época elisabetana, do Romantismo e do Naturalismo até a sua cristalização maior na dramaturgia brechtiana. Uma importante contribuição de Anatol Rosenfeld para os estudos literários e teatrais.

🎬 7 – Performance Como Linguagem – Renato Cohen:
A partir da observação das realizações de artistas como Joseph Beuys, Laurie Anderson e grupos como o Fluxus, entre outros, são focalizadas as diversas vertentes da performance, que vão dar ritualização à arte conceitual, bem como ao chamado teatro de imagens. Estudando a manipulação de signos com que os artistas criam estas formas de encarnação imagística e expressiva dos espaços cênicos, propõe uma espécie de ‘antimídia’ que se contrapõe ao discurso da mídia institucionalizada.

Capturar8

🎬 8 – Improvisação para o Teatro – Viola Spolin:
Manual para atores profissionais e amadores, professores e crianças. Para a escola e os centros comunitários oferece um detalhado programa de oficinas de trabalho. Aos diretores de teatro propicia uma compreensão dos problemas enfrentados pelos atores e das técnicas para solucioná-los. Promove, ainda, uma discussão dessa atividade na educação, na dança, na psiquiatria, na convivência social e na criatividade artística.

captura9

🎬 9 – O Teatro Brasileiro Moderno – Décio de Almeida Prado:
Décio de Almeida Prado é um dos poucos homens de teatro que podem contar na primeira pessoa cinqüenta anos de teatro no Brasil – primeiro, enquanto espectador assíduo, nos anos 30; e, a partir do pós-guerra, através de uma atividade crítica que é pedra fundamental do moderno teatro brasileiro. Décio dá aqui seu testemunho na análise das principais realizações dramatúrgicas e cênicas de meio século decisivo no curso da arte dramática nacional. Assim, o acompanhamos desde o teatro de Procópio Ferreira, passando pela criação do TBC – que por sua vez originou o Arena e o Oficina – para finalmente chegar à multiplicidade algo diluidora do teatro atual. ‘O Teatro Brasileiro Moderno’, dessa forma, é uma chave para a compreensão de um espetáculo que ainda não terminou.

captura10

🎬 10 – O que é Dramaturgia? – R. Pallotini:
“O que é dramaturgia” pretende – e consegue – expor a leitores dos mais variados tipos os segredos da arte de escrever roteiros, textos dramáticos e afins, além de fornecer aos estudiosos do assunto informações sobre os princípios teóricos básicos desse tema. Pensado para quem inicia a sua caminhada, “O que é dramaturgia” insiste em não complicar quando é possível explicar.

Desejamos uma ótima e proveitosa leitura a todos! 📚🎬

#dicasdeleitura #livros #beneficiosdoteatro #curso #cursointensivo #formaçãoprofissionaldeatores #cursodedublagem #sejaumdublador #braapa #turmasmatinais #turmasnoturnas #teatro #tv #cinema #cursodeteatro #escoladeteatro #vilamadalena #sumare #incriçoesabertas #garantasuavaga #euamoteatro #vemparaoteatro #dezembro2018

Curso Intensivo de Formação profissional de Atores

curso intensivo

Este curso intensivo da BRAAPA tem como diferencial a grade curricular inovadora que inclui, além da disciplina de “Interpretação para TV e Publicidade”, a disciplina de “Desenvolvimento Pessoal” que contém orientação na carreira e treinamento, inclusive, com técnicas de “Programação Neurolinguística (PNL)”, sendo a única escola do mercado, nesse segmento, a ter uma disciplina como essa dentro de sua grade curricular.
Talvez essa seja a razão pela qual um grande percentual dos atores formados pela escola estejam atuantes no mercado, construindo suas trajetórias artísticas de maneira mais consciente e atuando em teatro, TV, cinema, publicidade, dublagem, etc.

🎬 – Objetivo:

O curso foca na vida profissional dos futuros atores dentro da realidade do mercado de trabalho, preparando-os também para a linguagem televisiva e publicitária, bem como a estruturação emocional e intelectual do aluno para ser um profissional de sucesso. Antes de tudo, um ser humano artista, para que possa exercer a sua arte.
Diferenciais:

1) O único curso de formação profissional do mercado que tem incluso na sua grade curricular, aulas de “Interpretação para TV e Publicidade” e “Desenvolvimento Pessoal”;

2) Modalidade Intensiva capaz de formar o aluno em 22 meses sem diminuir a carga horária. (IDEAIS para alunos residentes em outras cidades);

3) Orientação para o Mercado,

4) Orientadores artísticos atuantes no mercado de trabalho,

5) Apresentações em teatro ao final do 1º, 2º e 3º módulos no FIBRA Teatral (Festival Interno de Teatro BRAAPA),

6) Montagem final de espetáculo (4º módulo),

7) Aulas de interpretação para TV gravadas em vídeo e avaliadas ao final de cada aula,

8) Melhor custo benefício do mercado,

9) Pela sua duração e objetividade tem sido procurado, também, por pessoas que buscam a carreira com intenção de seguir na área da dublagem.
Carga horária: 1.400 horas

🎬 – Disciplinas Oferecidas:

História do teatro, expressão vocal, expressão corporal, interpretação e jogos teatrais,
cenografia, figurino e maquiagem, leitura dramática, literatura dramática, interpretação para TV e publicidade, ética, legislação e produção. Esse curso, além de prepará-lo para a carreira, é uma preparação para a vida.
Os Atores formados pela BRAAPA têm sido bem vistos pelos profissionais que atuam nas seleções de elenco do mercado de trabalho artístico, o que faz toda a diferença para aquele que realmente pretende seguir uma carreira sólida.
Ter os nossos alunos sendo recebidos com respeito e bem avaliados por profissionais experientes, demonstra o resultado de um trabalho sério e dedicado de anos, por uma equipe de orientadores de qualidade e atuantes na área artística.
Se você tem desejo, vontade de ingressar na carreira, dedicação e garra de aprender e vencer, esse curso é a melhor escolha. Nós temos a experiência, empenho e prazer em prepará-lo para o caminho.
Ao escolher esse curso, você escolhe transformar sua vida.
📣ATENÇÃO: Para obter o certificado de conclusão final, o aluno precisa ter 75% de presença mínima e média 6,0 (seis) em todas as disciplinas.
Curso Livre Preparatório para o registro profissional (DRT) pelo SATED/SP através de convênio entre o Sindicato e a Escola, que segue as normativas exigidas pela entidade para as escolas conveniadas.

🎬 – PRÉ-REQUISITO

Idade mínima: 14 anos
Ensino fundamental (1º grau completo)

Acesse o Link e confira as turmas: https://bit.ly/2xxltZO

#beneficiosdoteatro #curso #cursointensivo #formaçãoprofissionaldeatores #cursodedublagem #sejaumdublador #braapa #turmasmatinais #turmasnoturnas #teatro #tv #cinema #cursodeteatro #escoladeteatro #vilamadalena #sumare #incriçoesabertas #garantasuavaga #euamoteatro #vemparaoteatro #novembro2018