Arquivo da categoria: Tudo sobre ser Ator ou Atriz

Andrea Cavalcanti – Diretora de Atores e Preparadora de Elenco

Capturar_andrea

Andrea Cavalcanti é atriz desde 1984, quando se formou pela UNIRIO – Bacharelado em Artes Cênicas.É professora de interpretação e diretora teatral, além de instrutora de dramaturgia na Rede Globo, onde trabalha desde 2002, preparando atores para as telenovelas e minisséries da emissora.

Como atriz (teatro, televisão e cinema)

Participou de inúmeros espetáculos profissionais, com especial destaque para: “A Gaivota”, “O Mercador de Veneza”, “A Comédia dos Erros”, “Besame Mucho”, “Sonhos de um Sedutor” e “O Morto do Encantado”, além de algumas novelas como: “Pantanal”, “Ana Raio e Zé Trovão”, “Torre de Babel” e “Laços de Família”.Participou também de especiais e minisséries como: “Decadência”, “Noivas de Copacabana”, “Você Decide”, “Carga Pesada” e no cinema participou do elenco do filme “Alemão”.  Teve seu nome na ficha técnica de vários espetáculos e eventos como diretora, assistente de direção, aderecista, produtora de arte, cenário e figurino.

Como Preparadora de Atores

Na Televisão

Foi responsável pela preparação do elenco de “Malhação” por oito temporadas, trabalhando com atores que hoje são protagonistas de novelas do horário nobre. Como instrutora de dramaturgia preparou atores nos seguintes seriados e novelas: “O Caçador”, “Dercy de Verdade”, “As Brasileiras”, “Toma Lá Dá Cá”, As Cariocas”, “Casos e Acasos”, “Faça a sua História”, “Guerra e Paz”, “Tal Pai Tal Filho”, e nas novelas “A Cor do Pecado”, “O Profeta”, “Sete Pecados”, “Eterna Magia” (exclusiva para Cauã Reymond), “Negócio da China”, “Escrito nas Estrelas” (exclusiva para Nathalia Dill), “Cama de Gato” (exclusiva para Paolla Oliveira), “Caras e Bocas”, “Ti Ti Ti”, “Passione” (exclusiva para Cauã Reymond), “Cordel Encantado” (exclusiva para Cauã Reymond, Natalia Dill e Bianca Bin), “Aquele Beijo”, “Avenida Brasil” (exclusiva para Cauã Reymod e Natalia Dill), “Lado a Lado”, “Guerra dos Sexos”, “Flor do Caribe” (exclusiva para Grazi Massafera) e “Alto Astral”

 No Cinema

 Ainda como Preparadora de Atores, Andrea atuou nos curtas “Retrato Falado”, dirigido por André Warwar e “Ligação”, “Mesa 48″ e “Dédalo”, dirigidos por Edson Erdmann.  Também foi responsável pela preparação da atriz Paolla Oliveira no longa-metragem “Uma Professora Muito Maluquinha” de Ziraldo.

andrea

Como professora (Workshops e Cursos Regulares de Teatro)

Andrea é professora de interpretação desde 1984, quando, junto com seu grupo de teatro, fundou um curso profissionalizante no Calouste Gulbeikein. A partir daí, esteve à frente de diversos cursos e workshops como: “Programa de Férias”, da Secretaria Municipal de Cultura do RJ, Curso Intensivo de Interpretação para Adolescentes – Casa da Gávea, Curso Regular – Teatro de Arena (por três anos), Oficina Nelson Rodrigues – Teatro de Arena.  Esteve à frente de diversas oficinas, palestras e workshops no sul do país, em cidades como Curitiba, Porto Alegre, Gramado, Foz do Iguaçu, Canela entre outras.Em parceria com a produtora Histórias Incríveis, participou dos projetos: “O Segredo do Diálogo”, “Ligação”, “Mesa 48″ e “Dédalo”.Tem uma parceria com a BRAAPA – Escola de Atores, em São Paulo, onde ministra workshops regularmente. De 1999 a 2008, dirigiu o Curso Regular de Interpretação para Teatro e TV, no teatro Miguel Falabella, onde foi diretora de diversos espetáculos que estiveram em cartaz no próprio teatro Miguel Falabella, como: ”Peças Íntimas”, de Luiz Fernando Veríssimo; “Sonhos De Uma Noite De Verão”, de Shakespeare; “O Carioca” (adaptação de Capital Federal), de Artur Azevedo; “A Vida Como Ela É”, de Nelson Rodrigues, além de diversas criações coletivas.

PREPARAÇÃO DE ELENCO – NOVELAS

·         Alto Astral (2014/2015)

·         Lado a Lado (2012/ 2013)

·         Aquele Beijo (2011/2012)

·         Guerra dos Sexos (2012/ 2013)

·         Cordel Encantado (2011)

·         Ti Ti Ti (2010/2011)

·         Caras e Bocas (2009/ 2010)

·         Negócio da China (2008/ 2009)

·         7 Pecados (2007/ 2008)

·         O Profeta (2006)

·         Malhação – 8 temporadas (2003 a 2010)

 SÉRIES E SERIADOS

·         O Caçador (2014)

·         Divertics (2013/ 2014)

·         Dercy de Verdade (2012)

·         As Brasileiras (2012)

·         Tal Pai Tal Filho (2010)

·         As Cariocas (2010)

·         Guerra e Paz (2008)

·         Casos e Acasos (2008)

·         Toma Lá Da Cá (2007/ 2009)

 CINEMA

·         Dédalo

·         Mesa 48

·         Retrato Falado

·         Uma Professora Muito Maluquinha

PREPARAÇÃO INDIVIDUAL DE ATORES

·         Cauã Raymond (Da Cor do Pecado, Eterna Magia, Passione, Avenida Brasil)

·         Paolla Oliveira (Insensato Coração, Ciranda de Pedra, as Cariocas, Faça a sua História, Casos e Acasos, Cama de Gato, Amor à Vida)

·         Grazi Massafera (Tempos Modernos, As Cariocas, Flor do Caribe)

·         Nathalia Dill (Escrito nas Estrelas, Avenida Brasil)

·         Marjorie Estiano (Duas Caras)

·         Marco Pigossi (Sangue Bom, Boogie Oogie)

WORKSHOP “A criação do personagem”

Responsável pela preparação de elenco da novela “Além do Tempo”, do seriado “O Caçador”, da atriz Paolla Oliveira na novela “Insensato Coração”, das novelas “Alto Astral”, “Lado a Lado”, “Guerra dos Sexos”, “Aquele Beijo”, “Cordel Encantado”, “Ti Ti Ti”, entre outras, Andrea ministra o Workshop “A criação do Personagem”.

Público alvo:

Pessoas com vocação para interpretação. É preferível que o aluno tenha alguma experiência como ator, seja amador, profissional ou curso.

Objetivo:

O curso tem como objetivo fazer com que ao longo dos encontros , cada dia seja uma etapa, uma escala de evolução e descoberta do talento de cada individuo.  Assim, o processo é o que vai interessar.  O foco estará no conjunto das ações e não só no resultado final. “Qualidade total” em cada etapa. Registraremos alguns exercícios e cenas para documentar a evolução.

> Despertar e apontar o talento de cada participante.
> Elevar a autoestima e estimular o aperfeiçoamento pessoal e profissional.
> Motivar a busca pela qualidade em todas as etapas da formação profissional.
> Encaminhar o participante, não ainda para o mercado de trabalho, mas sim, para a busca do desenvolvimento do seu talento.
> Gerar um ambiente de superação pessoal evitando a competição, desnecessária nesta fase da formação profissional.
> Apresentar o cenário real do mercado e da profissão. Sem desmotivar.

Métodos e recursos:

> Através de jogos, improvisações e exercícios teatrais, os participantes experimentam o auto conhecimento, a superação de limites e  as várias fases do processo de construção de personagens. Alem de aprenderem na prática, técnicas e conceitos que certamente irão nortear seu desenvolvimento artístico.

Conteúdo do workshop:

> “Desinibição, entrosamento e autoconfiança”

> “Auto conhecimento (Corpo e Voz) / Criatividade I/  Improvisação Livre”

> “Criatividade II/ Improvisação Dirigida/ Introdução ao texto”

> “A criação do personagem”

> Gravação das cenas

> Avaliação e auto-avaliação

Paolla Oliveira, premiada na categoria “Melhor Atriz” nos Melhores do Ano no Faustão, agradece Andrea Cavalcanti: https://globoplay.globo.com/v/6347925/

Marco Pigossi, premiado na categoria “Melhor Ator” nos Melhores do Ano no Faustão, agradece Andrea Cavalcanti: https://globoplay.globo.com/v/6347918/

PRÉ-REQUISITO:

Idade mínima: 14 anos

DURAÇÃO DO CURSO

DURAÇÃO: 2 dias – Sábado e Domingo

OBSERVAÇÃO:

Data limite para inscrições: 12 de Maio de 2018

Turma: mínimo de 12 e máximo de 25 alunos

INSCRIÇÕES ABERTAS PARA NOVAS TURMAS:

Quando: 19 e 20 de Maio

Horários:

Dia 19 – das 11h às 20h
Dia 20 – das 10h às 19h

Para mais informações, acesse o site: www.braapa.com.br

3 dicas de como escrever a Sinopse de um Roteiro

WritingHabitsofSuccessfulPeople

O objetivo da sinopse é fazer um resumo do roteiro para ser entregue a um agente, diretor ou produtor de cinema. Se o leitor gostar do seu resumo, possivelmente, solicitará o roteiro completo para uma análise.

Diferentemente do argumento, a sinopse não trás uma narrativa muito detalhada de tudo o que acontece no roteiro, apenas as partes mais interessantes ou importantes. Para que a sinopse alcance seu objetivo, é importante que ela resuma o enredo, siga as regras básicas e seja capaz de mostrar todo o potencial da história.

1- FAÇA UM RESUMO DO ENREDO

Escreva a logline
A logline é composta por, no máximo, duas frases que sintetizam o roteiro inteiro. Não deixe de incluir nela a identidade do personagem principal (que é o protagonista ou herói), o desafio que ele tenta transpor e por que deve transpô-lo. Se possível, abaixo da logline, escreva um parágrafo que explique por que o seu roteiro é interessante do ponto de vista de um produtor.

Por exemplo, um produtor poderia se interessar mais por um roteiro que pudesse ser gravado sem a necessidade de grandes deslocamentos físicos ou investimentos em efeitos especiais.

Apresente os personagens principais e o cenário.
Escreva apenas um parágrafo, que traga os nomes (quem?), as profissões (o que?), onde moram e trabalham (onde?), o período em que se passa a história (quando?) e o porquê de contar a história (por que?).

Digite os nomes dos personagens em letras maiúsculas (todas as letras) quando aparecerem pela primeira vez. Depois disso, passe a escrevê-los normalmente.

Os personagens que devem ser citados no sumário são o protagonista, o antagonista (vilão), o par romântico (ou pretendente) e os aliados mais importantes do personagem principal. Não se preocupe em colocar os nomes de todos os personagens.

Resuma o primeiro ato.
Restrinja essa parte a três parágrafos (meia página). Basicamente, o primeiro ato é a preparação, onde os personagens e o conflito são apresentados.

Resuma o segundo ato.
Reserve uma página completa para esse ato, desenvolvendo os conflitos que foram apresentados no ato anterior. Mostre como os personagens são levados à crise e como isso afeta suas vidas.

Finalize com o terceiro ato.
Não escreva mais dos que três parágrafos (meia página). Nesta parte, descreva como o conflito principal é resolvido e o que acontece com os personagens depois.

Não esconda nada, pois o potencial comprador do roteiro precisa saber o que acontece. Resolva tudo que ficou em aberto.

Pense em um título que tenha a ver com a história.
É importante tentar deixar o título atraente e interessante, entretanto, o diretor do filme pode acabar querendo mudá-lo depois.

Então, é melhor não se preocupar muito com isso. O título deve ser escrito na parte de cima da primeira página.

Capturar

2 – SIGA ALGUMAS REGRAS SIMPLES

Deixe claro que é uma sinopse.
Pode parecer óbvio, mas não ignore. Na parte de cima da primeira folha, escreva a palavra “Sinopse” e, em seguida, coloque o título do filme. Abaixo do título, informe qual é o gênero da história (terror, comédia, romance, etc.).

Por exemplo, abaixo do título da sinopse de “Star Wars”, o roteirista deve ter escrito: “Uma ficção científica espacial”.

Inclua informações de contato.
Na parte de cima da primeira página, logo abaixo do título, coloque o seu nome, endereço, telefone e e-mail. Se possível, escreva o seu DRT de roteirista.

Sempre registre o roteiro na Biblioteca Nacional para garantir os seus direitos de autor.

Seja breve.
Mesmo assim, não escreva apenas uma página. O ideal é que tenha entre duas e três páginas (quinze minutos de leitura).

Embora uma sinopse de uma página fosse dar menos trabalho para o leitor, muitos detalhes importantes (comerciais) ficariam de fora.

Escreva no tempo presente.
Não importa se a história acontece no passado ou no futuro, narre como se estivesse no presente. Por exemplo, se estivesse escrevendo uma sinopse para “Star Wars”, você deveria dizer: “Obi-Wan Kenobi luta contra o Darth Vader”.

Isso se deve ao fato de que a história acontece para o espectador no momento em que o filme passa na tela (como foi escrito no roteiro).

Narre em terceira pessoa.
Mesmo que haja um narrador no roteiro, o que importa na sinopse é a visão da câmera. Use os pronomes: “ele”, “ela” e “eles”.

Por exemplo: “Todos os dias, ele se aproxima do balcão do bar, bate com força na madeira gasta e pede um copo de leite gelado”.

Aplique o espaçamento simples.
Escolha espaçamento simples entre as linhas de cada parágrafo e duplo entre um parágrafo e outro.

Não crie recuo de parágrafo (espaço entre a margem e a primeira letra do parágrafo).

Use sempre o tipo de fonte e o tamanho padrões.
Se o comprador não for capaz de entender a caligrafia que foi usada na sinopse, ele não pensará duas vezes antes de jogá-la no lixo.

Portanto, não use fontes estilizadas nem que imitem a caligrafia humana. Prefira sempre as fontes padrão: “Times New Roman” ou “Arial”. Caso as regras não exijam o contrário, escolha sempre o tamanho 12 para a fonte.

timthumb

3- TENHA O ENTENDIMENTO NECESSÁRIO

Não use linguagem rebuscada. Escreva de forma direta e sucinta, para que qualquer leitor seja capaz de entender. Para que o seu roteiro possa ser vendido, o comprador precisa, antes, entender do que se trata o enredo.

Se der de cara com uma linguagem muito rebuscada e floreada, ele, provavelmente, não perderá tempo de passar do primeiro parágrafo. Além do mais, uma sinopse não deve conter adjetivos e advérbios desnecessários. Mantenha a brevidade para alcançar o seu objetivo.

Peça para alguém fazer uma revisão na sinopse.
Pode ser um amigo, familiar ou colega. Independente de quem seja, peça-o para que analise a ortografia, a gramática e que avise se ver alguma ideia que não tenha ficado muito clara.

Nesse caso, reescreva a sinopse para esclarecer os pontos obscuros. O comprador não solicitará para ler o roteiro completo se encontrar alguma parte que ficou confusa na sinopse.

Prepare-se para fazer as edições.
Muitas das empresas que recebem sinopses possuem regras próprias. Faça as alterações necessárias sempre que for enviar para um lugar diferente.

Pode ser que o agente, o estúdio ou o comprador solicitem que você se adeque a um número pré-estabelecido de páginas ou palavras. Siga as regras ao pé da letra para conseguir passar para a próxima etapa.

DICA:  Não utilize subtítulos. Da mesma forma que não são usados em roteiros, eles também não devem ser empregados nas sinopses.

 

Conheça a trajetória de Suzana Pires

globo-suzana-pires-prepara-texto-final-de-sinopse-para-a-faixa-das-sete-5a8aba5080608_featured                                 Foto/Reprodução: O Planeta TV

 

Suzana Pires é atriz e autora da Rede Globo de Televisão que atualmente desenvolve a sinopse de novela para o horário das 19h (próxima novela a entrar no ar).

Assinou ao lado de Walther Negrão e Julio Fischer, a novela Sol Nascente e a minissérie Dama da noite e foi coautora da novela Flor do Caribe.

Antes disso, foi colaboradora do humorístico Os caras de pau, autora do seriado da Conspiração Filmes As pegadoras e de inúmeras peças teatrais.

No cinema lança agora em 2018, o filme De perto, ela não é normal, onde assina roteiro e também é a protagonista.

Possui formação acadêmica em Filosofia pela PUC-RJ e também possui formação em SHOWRUNNER drama séries, pela media Exchange em Los Angeles.

Estudou roteiro com Guilhermo Arriaga (Amores brutos e Babel), Robert Mackee (Consultor de seriados americanos), Jhon Truby (Doctor Script) e José Carvalho (seriados).

Como atriz tem uma longa e sólida carreira teatral, tendo obtido reconhecimento de público e crítica com o monólogo De perto, ela não é normal do qual também é autora.

Atuou nas novelas A regra do jogoFina estampa, Gabriela, Caras e Bocas, entre outras novelas. E nos filmes Loucas pra casar, Casa grande, A grande vitória, Tropa de elite, entre outros.

Única atriz brasileira a participar do Sundance Directors Lab do Sundance Institute – Instituto impulsionado por seus programas que descobrem e apoiam cineastas independentes, artistas de teatro e compositores de todo o mundo.

Em abril,  Suzana Pires ministrará pela terceira vez uma Oficina de Roteiro em parceria com a BRAAPA Escola de Atores. Um projeto de caráter independente, sem vínculos com emissoras de televisão, que visa ensinar a estrutura básica necessária para que o aluno possa transformar suas ideias em um texto final e caminhar por conta própria em sua carreiras, assim como foi construída a trajetória da própria Suzana.

A Oficina não tem como objetivo desenvolver sinopses coletivas para novelas ou seriados de TV e nem descobrir novos roteiristas, mas sim, ensinar aos alunos a organizarem suas ideias e transformá- las em texto para teatro, TV ou Cinema. Os alunos roteiristas poderão assistir, ainda,  a apresentação do resultado final encenada por atores da BRAAPA, a fim de visualizarem de perto o resultado de suas criações durante o processo.

Nessa Oficina de Roteiro, Suzana aborda e aplica tópicos como:

– A origem da dramaturgia (os gregos e a educação pela dramaturgia);
– Montando um plot/mito;
– Ideia – argumento-sinopse-perfil de personagens;
– Estruturação de Roteiro (os 05 pontos) – Curva Dramática;
– A preparação – o setup;
– Detalhes sobre as etapas do roteiro de acordo com a tarefa;
– Perfil de personagens: herói / anti-herói;
– Dinâmicos / Antagonistas;
– Montando as partes do roteiro;
– Montando a nossa história;
– Desenvolvendo uma cena que represente uma das etapas do roteiro(Distribuição em grupos);
– Trilha / Escaleta / Cena: personagens / Roteiro / Roteiro Adaptado.- Produção/ Limitação / Roteiro;
– Tarefas extra classe;
– Apresentação do roteiro desenvolvido por Atores da Escola.

Você também pode participar da Oficina de Roteiro com a Suzana Pires.

QUANDO
Dias: 14,15, 21 e 22 de Abril de 2018
Horário: das 10h às 18h

LOCAL
Braapa Escola de Atores
R. Valdir Niemeyer, 58 – Sumaré – São Paulo/SP

OBSERVAÇÃO:
Data limite para inscrições: 05 de Abril de 2018 com condições especiais para inscritos até 28 de Fevereiro.

Turma: mínimo de 10 e máximo de 25 alunos

Inscreva-se já!

Interpretando personagens críveis

09-02

1- Comprometa-se com o papel.

Um ator não deve reescrever o roteiro para tornar o personagem “mais agradável”, modificar as falas ou transformar o personagem em uma versão de si mesmo. Você foi contratado para interpretar um personagem que é real dentro do mundo da peça ou do filme. Você precisa agir como parte de uma equipe, que é composta por muitos outros profissionais, para que o resultado final seja bom.

  • Não tenha vergonha por algo que o personagem está fazendo: lembre-se de que você está atuando. Não transparecer realidade em cenas difíceis, nojentas ou violentas fará com que o público não acredite no que está vendo.
  • Os melhores atores se comprometem com os papéis. Já se perguntou por que o Tom Cruise é um astro do cinema de ação até hoje? Ele sempre se compromete com os papéis e demonstra energia ao interpretá-los, não importa se a situação é bizarra ou cômica. Nunca negligencie a leitura do roteiro, ela é muito importante.
  • Comprometer-se significa fazer o que for preciso para representar o personagem de modo realista, não do modo que acha que fica mais bonito.

    09-02-02

2- Aprenda a reagir.

Por mais que muitas pessoas não concordem que atuar é um modo de reagir, as reações são importantes enquanto se está aprendendo sobre atuação. Você precisa manter o foco na fala do outro personagem, ouvindo-o como se estivesse conversando com um amigo da vida real. É necessário estar pronto para responder a qualquer situação de modo honesto e na voz do personagem, mesmo se você não for a atração principal da cena.

  • Não saia do momento! Pare de pensar na cena seguinte ou no fato de ter errado alguma fala na cena anterior.
  • Um ótimo exemplo disso é o ator Charlie Day na série It’s Always Sunny in Philadelphia. Mesmo quando ele não tem falas, o personagem não para de se expressar facial e corporalmente. Ele se compromete com a energia imprevisível do personagem.

    09-02-07

3- Tente manter uma postura consistente.

A postura não apenas faz com que o personagem pareça mais confiante, mas permite que você entre na vida dele. Sua postura faz uma grande diferença: um personagem fraco costuma andar mais curvado e afastado dos outros, enquanto um personagem heroico mantém a cabeça erguida e a coluna reta, por exemplo.

09-02-08

4- Dite a energia da cena com seu ritmo e volume.

Às vezes, pode ser tentador soltar todas as falas de uma vez, sem pensar muito, mas isso compromete todas as nuances do papel. Permita-se ritmar e dar volume ao estado interno do personagem.

  • Os personagens nervosos e assustados costumam falar apressadamente.
  • Os personagens com raiva elevam a voz e falam mais devagar (quando querem esclarecer algo) ou mais rápido (quando estão explodindo).
  • Os personagens felizes tendem a falar rápido e com um volume uniforme ou crescente.
  • Variar o ritmo e o tom de voz de acordo com a cena é um ótimo modo de demonstrar mudanças e reações aos eventos da trama.

09-02-06

 

5- Experimente enfatizar algumas falas.

Considere todo o subtexto do diálogo e enfatize-o de acordo com isso. Pense na palavra mais importante da frase para destacá-la. Por mais que isso não pareça tão importante, a ênfase pode transformar as coisas que você diz. Dizer “Eu amo você” tem uma conotação diferente de “Eu amo você“, por exemplo.

  • Este é outro ponto em que você pode se inspirar em atores famosos. Procure por roteiros de filmes que nunca assistiu, escolha um personagem e leia algumas das falas dele. Ao assistir o filme, compare o modo com o qual o ator disse essas falas: lembre-se de que não há um modo errado de dizer as falas do personagem, mas você poderá perceber algumas nuances da ênfase.

    09-02-05

6- Respeite o roteiro.

Não há problema em improvisar algumas palavras, mas você deve ater-se ao roteiro o máximo possível, a menos, é claro, que seja instruído pelo diretor para improvisar tudo. Você nunca sabe se alguma palavra fará uma ligação entre cenas ou se o diretor deseja que a frase seja dita do modo exato do roteiro, por exemplo. Na dúvida, siga o roteiro. Caso a ideia seja improvisar ou mudar a fala, alguém da equipe o instruirá quanto a isso.

09-02-09

7- Esqueça a câmera e o público.

Reagir ou sequer reconhecer a presença do público fará com que você saia do personagem, pois ele normalmente não deve saber que faz parte de uma peça. Você pegará isso com o tempo, mas um modo de se preparar é simplesmente entrar na frente da câmera: no momento em que a notar ou sentir estar sendo observado, não demonstre reação.

  • As equipes mais experientes evitarão o contato visual com você durante uma cena, por mais que esse contato seja natural. Tente ajudar seus colegas de cena fazendo o mesmo quando não estiver atuando.
  • Perceba as coisas que faz durante o nervosismo. Evite mexer no cabelo ou bater os pés, por exemplo. Controle-se respirando fundo e tomando um gole d’água.

Os benefícios das aulas de teatro para os estudantes

Wyke-sixth-form-college-Drama-Theatre-Studies

Comprovadamente, a inclusão das aulas de teatro no cotidiano escolar traz grandes benefícios para o indivíduo. Essa prática desenvolve técnicas que auxiliam no desenvolvimento da expressão corporal, interpretação de texto, além de estimular a criatividade e proporcionar acesso a grandes clássicos da dramaturgia mundial e nacional. A linguagem do teatro proporciona o estudante a experimentar, por meio da representação, outras realidades e infinitos pontos de vista.

O teatro é uma arte milenar que sensibiliza, emociona e transforma. Por isso, a dramatização é uma ferramenta importante no desenvolvimento humano.

theatre-studies-header

 

DESENVOLVIMENTO COMO PESSOA

A percepção artística trabalha alguns elementos específicos – como o corpo, a voz e a mente – para estimular o desenvolvimento do indivíduo como pessoa e artista. Já o técnico profissional é um curso direcionado para pessoas que queiram se profissionalizar no teatro. Mas independente disso, qualquer pessoa pode aulas de teatro para se desenvolver em diversos aspectos, sejam culturais ou até humanos.

43

INTERAÇÃO EM GRUPO

A interação é um dos grandes benefícios proporcionados pelo teatro.  Ao se envolver com a arte, o aluno começa a interagir com os colegas e aprende a trabalhar em grupo, ouvir e escutar e aceitar as diferenças. Tudo isso contribui para a formação humana desse jovem!

Além disso, outros benefícios chegam de forma mais intensa como a capacidade de pensar, de se concentrar, de criar e de falar em público.

theatre_studies_thumbnail_0_0

INTELIGÊNCIA EMOCIONAL

As aulas de teatro auxiliam no desenvolvimento da Inteligência Emocional e no aumento da capacidade de concentração. Assim, o processo de ensino se torna mais eficiente, já que o aluno desenvolve habilidades para absorver e entender o conteúdo.

A arte é feita para ser apresentada e levada as pessoas.  Assim, o estudante acaba se tornando um indivíduo mais sério e comprometido com a realidade.

Dicas para se sair bem em um teste de elenco

9-dicas-para-um-ator-se-sair-bem-em-uma-audição

Um dos momentos mais importantes para o aluno de teatro é sua apresentação durante o teste, por isso trouxemos algumas dicas para você encarar uma audição de frente, sem medos e receios.

Leve sempre foto e currículo
Não importa se você tem um agente ou se foi alguma indicação, esse material precisa estar atualizado e dentro da sua bolsa.

Não conseguiu decorar o texto?
Tente memorizá-lo, não finja que decorou, nem tente desenvolvê-lo sem conhecimento. Os diretores preferem que você leia o material, do que apresentar qualquer conteúdo só para provar que você tentou.

Não use desculpas
Faça o seu melhor, ninguém quer saber se você está resfriado ou acordou indisposto.

Se pedirem para você fazer uma escolha, faça
Alguns diretores pedem para escolherem entre dois monólogos e perguntam qual você prefere, essa pergunta é para saber o que te atrai mais.
Não diga: “Tanto faz.” ou “Pode ser qualquer um”. Os atores precisam fazer escolhas claras e fortes no desenvolvimento dos personagens para que o diretor possa ver o ator desempenhar qualquer papel.

728px-Write-Movie-Scripts-Step-2

Lembre-se sempre da regra dos três Cs
Confortável, carismático e confiante. O ator precisa chamar atenção, precisa ser a pessoa mais interessante em um teatro de 1.000 lugares e ainda assim continuar humilde e aceitando críticas construtivas.

Evite escolher os últimos horários do dia para fazer o teste
A escolha de um elenco não é um processo fácil, no final do dia a equipe estará mal-humorada, cansada, querendo ir para casa. Escolhendo os primeiros horários, você evita ser comparado com os atores que se apresentaram durante o dia.

Deixe seu contato
Mesmo tendo um agente, deixe seu e-mail no currículo, imagine se falta comunicação entre ele e o diretor de elenco, ou se vocês param de trabalhar juntos? O ideal é deixar seus contatos atualizados no currículo.

Testes-Para-Novelas-da-Globo-Teste-de-Ator-ou-Atriz-4

Errou? Continue!
Provavelmente você não estará tão ruim quanto imagina apenas estará mais sensível que o diretor de elenco, que está acostumado com diversas apresentações e situações.

Quanto mais teste fizer melhor
A prática leva a perfeição! Quanto mais audição você se propor a fazer, melhor você irá ficar e se desenvolver para os testes futuros.

Um grande teste significa um grande elenco, por isso, os diretores sempre torcerão por você e por uma boa audição, quanto mais você se empenhar, mais testes aparecerão e mais indicação você terá.

Fonte: Incast

Por trás da cortina

586d3923dcbea.image

Você sabia que existem profissionais especializados no teatro que não sobem ao palco?
Como a maioria das profissões, citaremos abaixo as que necessitam de especializações, cursos e workshops para serem exercidas no teatro. Confira conosco quais profissionais que ficam atrás das cortinas, administrando, planejamento, pensando e colocando em ação tudo que assistimos quando as cortinas se abrem.

ENCENADOR
Ele é o responsável pela criação artística, sendo a pessoa mais importante da pirâmide. Compete a ele todas as decisões de escolha do elenco, faz parte das suas responsabilidades também a criação do espetáculo, até o ensaio geral, sendo quem marca as entradas dos artistas em cena, intervalos e mudanças de cenas, etc.

ENSAIADORES
Responsáveis pelos ensaios dos bailarinos, por cena ou individualmente antes de iniciarem os ensaios corridos no palco.

980x

DRAMATURGISTA
Quem escreve e faz pesquisa sobre o tema do espetáculo, apresenta possíveis leituras para um determinado texto dramático, escreve ou seleciona textos de apoio para o espetáculo.

DRAMATURGO
Também conhecido como Autor, é dele a responsabilidade de escrever os textos.

ADERECISTA
Responsável pelas execuções dos adereços utilizados nas peças, exemplo: coroas, máscaras, flores, etc.

MESTRA DE GUARDA-ROUPA
Chefia a equipe de costureiras, responsável pela execução dos figurinos criados pelos figurinistas.

ASSISTENTE DE DIREÇÃO DE CENA
Elabora as tarefas e rotinas do gabinete, de acordo com a orientação dos diretores da peça.

AdJ_Hagoromo_3

CABELEIREIRA DE CENA
Cuida dos penteados, perucas, bigodes e barbas dos atores de acordo com cada apresentação.

CONTRA – REGRA
Responsável pela aquisição, manutenção e utilização dos adereços que compõem o espetáculo, em alguns teatros os assistentes de direção de cena também executam estas funções.

COSTUREIRA DE CENA
Ela fica em cima do palco durante o espetáculo, para resolver qualquer problema ou anomalia com os figurinos.

Viram como uma peça de teatro necessita de uma equipe completa de profissionais capacitados e especializados para auxiliarem e desenvolverem as peças até as suas apresentações? Quer saber mais o que rola nos palcos e atrás das cortinas?

Acesse nosso site, www.braapa.com.br e confira nossos cursos.

Fonte: Renascer da Arte

Dicas de como montar um figurino.

hArquivo

Se uma das suas dúvidas em iniciar um curso de teatro for: não sei nada sobre figurinos! Pare agora e leia algumas dicas que iremos dar a você.

Pra começar nosso bate papo, nem sempre é preciso ter discernimento do melhor figurino para as aulas iniciais, pois esse é um tema que será discutido e analisado com calma quando a peça estiver em fase final.

O que você deve saber:

-Estude sobre cores e padrões, é essencial entender como as cores se unem entre si.

  • Analise padrões, conceitos e estude sobre o que está em alta – vá a peças de teatros, veja tutorias, evite copiar ideias de outras pessoas, apenas use como inspiração.

press-example-03

  • Monte um livro ou caderno de ideias, anote tudo que for necessário, essencial e inspirador para você.
  • Quando surgir ideias de histórias em sua mente, faça uma boa pesquisa, pois o que deixa um figurino mais atraente, é a forma que você irá interpretar o texto para desenvolvê-lo.
  • Após a escolha da história, comece pensar em cada personagem de forma única, e então comece a desenvolver o figurino para cada integrante da peça.
  • Pesquisar nunca é demais, quanto mais pesquisas você fizer, mais ideias terá.
  • Algumas lojas de tecido possuem amostras bem em conta, comece por elas para aprender mais, se for o caso, tente um curso básico de corte e costura também.03313050046b
  • Não tem habilidade para desenhos? Colagens é uma ótima opção para lhe auxiliar nesse contexto.
  • Esteja sempre ciente dos gastos que você terá para desenvolver um figurino.

É válido ressaltar aqui que trazemos dicas e ideias de como produzir ou ter inspirações, mas as técnicas partirão de você, e só você será capaz de decidir qual se enquadra melhor no seu dia-a-dia.

Fonte: Nova Escola

Acesse nosso site e saiba mais sobre nossos cursos.
www.cursodeteatro.com.br

COMO O TEATRO CHEGOU AO BRASIL?

image121

Uma das primeiras manifestações do teatro no Brasil ocorreu no século XVI como forma de catequização. O teatro era utilizado pelos jesuítas para instruir religiosamente os índios e colonos. O padre Anchieta é um dos principais jesuítas que utilizou estes tipos de representações que eram chamadas de teatro de catequese. Esse teatro possuía uma preocupação muito mais religiosa do que artística, os atores eram amadores e não existiam espaços destinados à atividade teatral, as peças eram encenadas em praças, ruas, colégios entre outros.
Já no século XVII, além do teatro de catequese emerge outros tipos de teatros que celebram festas populares e acontecimentos políticos, alguns lembram muito o carnaval como conhecemos hoje, as pessoas saíam às ruas para comemorações vestidas com adereços, desfilando mascaradas, dançando, cantando e tocando instrumentos.
Com a chegada da família real no Brasil, em 1808, o teatro dá um grande salto. D. João VI assina um decreto de 28 de maio de 1810 que reconhece a necessidade da construção de “teatros decentes” para a nobreza que necessitava de diversão. Grandes espetáculos começaram a chegar no Brasil porém, além de serem estrangeiros e refletirem os gostos europeus da época eram somente para os aristocratas e o povo não tinha qualquer participação, o teatro não tinha uma identidade brasileira.
No século XIX o teatro brasileiro começa a se configurar e um grande marco foi a representação da tragédia Antônio José ou O Poeta e a Inquisição de Gonçalves Magalhães em 13 de março de 1838. Esse drama foi encenado por uma companhia genuinamente brasileira, com atores e propósitos nacionalistas formado pelo ator João Caetano. Nessa época surgem as Comédias de Costume com o escritor teatral Luíz Carlos Martins Pena que buscava em fatos da época situações para arrancar da plateia muitos risos. Muitos autores teatrais surgiram como Antônio Gonçalves Dias, Manuel Antônio Àlvares de Azevedo, Casimiro de Abreu, Castro Alves, Luís Antônio Burgain, Manuel de Araújo Porto Alegre, Joaquim Norberto da Silva, Antônio Gonçalves Teixeira e Souza, Agrário de Menezes, Barata Ribeiro, Luigi Vicenzo de Simoni e Francisco José Pinheiro Guimarães..
Vale destacar Teatro Brasileiro de Comédia formado por grandes artistas como Cacilda Becker, Tônia Carrero, Sérgio Cardoso, Paulo Autran, Fernanda Montenegro, entre outos e o Teatro de Arena que encenou a peça Eles Não Usam Black-tie, de Gianfrancesco Guarnieri, em 1958, um grande sucesso.
Com o golpe militar em 1964 veio a censura e um número enorme de peças foram proibidas e somente a partir dos anos 70 o teatro novamente ressurge mostrando produções constantes.

Fonte: Secretaria da Educação

Acesse nosso site e conheça nossos cursos: http://www.cursodeteatro.com.br/

Benefícios do teatro para melhor idade.

health-ins.

Aquela imagem de avós em casa, cozinhando, contato histórias, está acabando.

Eles estão descobrindo que existe sim uma vida mais ativa e saudável em sua melhor idade.

Alguns, após iniciarem aulas de teatro, estão conseguindo sair de processos depressivos por não se sentirem mais sozinhos, vejam que além de estimularem eles à viverem melhor e em grupo, as aulas de teatro é vista como terapia para aqueles que não conseguem se expressar ou para os que carregam algum problema que não conseguem resolver ou desabafar com algum conhecido ou parente.

Outros deixaram de lado cartelas de remédios, pois sentiram que as dores/doenças estão mais amenas ou simplesmente sumiram.

Nas aulas, é possível perceber o quanto o aprendizado artístico é eficaz e os benefícios que é agregado para essa turma que pensava que já tinha vivido de tudo e pensavam que agora era hora de descansar.

Vamos ressaltar alguns benefícios:

– Melhora na memorização;

– Respiração facilitada;

– Mais autonomia e voz ativa entre familiares e grupos que frequentam;

– Conquista de espaço e disciplina.

E você conseguiu entender o quão importante é estimular seus avós a se movimentarem?

Participem e pratiquem as falas com eles, note como eles ficarão mais alegres e dispostos para viver sua melhor idade.

Fonte: Porta dos Atores.

Para mais informações sobre nosso curso de teatro da melhor idade, acesse nosso site: http://www.cursodeteatro.com.br