Arquivo da tag: escola de teatro

SAIBA O QUE FAZER PARA SER UM BOM ATOR E UMA BOA ATRIZ (PARTE 2)

mime-feminino-segurando-o-script-ensaiando-no-palco_23-2147891543

*APERFEIÇOE AS TÉCNICAS:

1 – Pesquise o comportamento humano.
Para interpretar diferentes tipos de pessoas, você precisa ser capaz de diferenciar as pessoas. Ao conhecer alguém novo, esforce-se para ouvi-lo completamente. Pergunte sobre o passado da pessoa e note o modo com o qual ela fala, absorvendo tudo. Além disso, a leitura também ajuda a colocar esses conceitos para funcionar, ativando a mesma parte do cérebro ativada pela atuação.

🎬 Faça uma pesquisa específica para o papel. Se o personagem vive em um período específico ou é baseado em uma pessoa existente, pesquise o máximo possível sobre isso. Esses detalhes farão parte da performance, mesmo que de modo subconsciente.

2 – Assista diversas vezes os atores que admira.
Durante a primeira assistida, aja como normalmente faria com qualquer filme. Em seguida, reveja a cena, prestando atenção em cada um dos atores separadamente. Como eles agem quando não estão falando? Como eles falam? Quais as posturas deles e quais gestos eles utilizam ao falar?

🎬 Você falaria algo de modo diferente? Como?

🎬 Um bom modo de se observar atores é através da internet e de peças clássicas. É possível encontrar inúmeros atores recitando os mesmos monólogos de algumas peças de Shakespeare, por exemplo. Observe as diferenças entre eles: quais escolhas os atores fazem para tornar os personagens únicos?

3 – Frequente aulas de atuação.
As aulas de teatro costumam resultar em uma peça ou apresentação e são ótimos ambientes para se praticar sem muita pressão. Preste atenção no professor e nos outros alunos: o que é possível aprender? Como recitaria as falas deles? Que alterações faria nas atuações deles? Torne-se amigo de outros atores e converse com eles sobre o trabalho de vocês.

🎬 Você nunca sabe quando um ator pode ajudá-lo a conseguir um papel. Seja gentil com todos!

4 – Faça um curso de improvisação.
Na improvisação, você deixa que o personagem aja no momento, reagindo de acordo com o que está acontecendo. Essas aulas devem ajudá-lo a atuar de modo mais natural e sem aquela impressão de que você está lendo algo decorado. Existem diversos desses cursos espalhados pelo país, inclusive dentro de escolas de teatro.

🎬 Experimente atuar cenas curtas com amigos e com objetos de cena estranhos para praticar a atuação e a improvisação.

5 – Pratique a atuação no ato.
Em alguns testes, os avaliadores entregarão um roteiro e pedirão para que você atue ali, na hora. Alguns profissionais permitem que você dê uma olhada no roteiro por alguns minutos, enquanto outros preferem que você entre de cara na brincadeira. Por mais que pareça assustador, é fácil praticar. Leia um jornal em voz alta, procure por um conto na internet ou compre um livro de monólogos. Uma alternativa é ler o texto em silêncio e, em no máximo um minuto, escolher um direção para atuar.

🎬 Este também é um ótimo aquecimento para prepará-lo para a atuação em si.

Fonte: wikiHow

Venha fazer parte da BRAAPA Escola de Atores e, aprenda técnicas de como ser um ótimo ator, participando do nosso Curso Intensivo de Formação Profissional de Atores.
Esperamos por você!
Acesse o link e saiba mais: https://bit.ly/2xxltZO 

#cursointensivo #turmasmatinais #turmasnoturnas #formaçaoprofissionaldeatores #teatro #tv

CONHEÇA UM DOS ORIENTADORES DA BRAAPA, JULIANA LUCILHA

Juliana Lucilha

Juliana Lucilha é Graduada em Artes Cênicas pela USC em (Bauru/SP-2005) e Pós-Graduada em Dança-Educação (Bauru/SP-2007), a atriz também é bailarina e coreógrafa formada pela Sigma Academia de Dança (Bauru/SP- 1992/2007), nas modalidades de ballet, contemporâneo, jazz e afro-jazz. Participou de grandes festivais de dança como ENDA 2006 – Encontro Nacional de Dança (São Paulo/SP) e o XIV Passo de Arte (Indaiatuba/SP), onde conquistou o prêmio de melhor coreografia do festival.

:clapper:🎬 No CINEMA

Já atuou em dois curtas-metragens:
Mancumunados, direção de Juliano Dip e Apollo, direção de Vitor Cardoso e Fernando Lima, sendo que este foi selecionado para o 14º Gramado Cine Vídeo.

:clapper: 🎬 No TEATRO

Juliana Lucilha atuou em inúmeras montagens. Com o grupo teatral ATO Bauru/SP, participou das montagens de A Nutricomédia com Os Nutriamigos de Luis Batista direção de Carlos Batista, O Dia em que o Medo Virou Música e Rapunzel, textos e direção de Carlos Batista. Ainda em Bauru integrou o grupo teatral Véritas atuando em dois espetáculos que participaram do Circuito Viagem Teatral do SESI, são eles Vem Buscar-me que ainda Sou Teu de Carlos Alberto Sofredini e Sonho de uma Noite de Verão de Willian Shakespeare ambos com direção de Marly Bonome. Dirigiu também o espetáculo Ninguém Merece peça a qual assina e lhe rendeu o prêmio de melhor atriz, melhor espetáculo e melhor texto no Festival Jaime Sanchez (Botucatu/SP – 2005).

:clapper: 🎬 Como ATRIZ E BAILARINA

Ainda em Bauru,  atuou no SESC nos projetos QUE HERÓI SOU EU? (exposição de mitologia grega) e POR QUÊ? PRA QUE? (exposição de física).
Já em São Paulo, atuou no espetáculo Um Brinde a uma Solidão a Dois de Julio César Ribeiro direção de Herny Domingues pelo grupo Abre Alas (2007). No grupo Theatralha e Cia, atua nos seguintes espetáculos “Lilavati” e “O Homem que Calculava”, ambos com texto e direção de Atilio Bari. Integra o elenco do Grupo Treinadores da Alegria – Teatro in Company com direção de Eduardo Mancini e Cléo Moraes desde 2007. Atualmente faz parte do grupo de pesquisa em Catch de Improvisação “Sustentáculos” e participa do espetáculo de mesmo nome. É atriz, autora e produtora do espetáculo musical Os Boêmios de Adoniran sob a direção de Milton Machado. Espetáculo esse que ganhou o prêmio CPT (Cooperativa Paulista de Teatro) de melhor projeto sonoro em 2010 e o prêmio de Melhor Espetáculo da Cidade de São Paulo em 2011 pelo FESTEATRO.

Que tal começar a trilhar a sua carreira de ator/atriz?
Venha fazer parte da família BRAAPA você também!:wink::clapper:😉🎬
Acesse o link, e saiba mais sobre o nosso Curso Intensivo de Formação profissional de Atoreshttps://bit.ly/2xxltZO

 

CONHEÇA UM DOS PROFESSORES DA BRAAPA, EDUARDO OSÓRIO

osoriositeok-1

Eduardo Osório formou-se em 1986, na Escola Teatro & Cia( Rubens Brito).

Participou em peças Teatrais como: “Amandrágora” – Direção: Milton de Almeida, “Mirandolina” – Direção: Milton de Almeida, “Caras de Plauto” – Direção: Milton Almeida, “Malba-Tahan – O Homem que Calculava” – Direção: Celso Saiki, “Lucrécia – O Veneno dos Bórgia” – Direção: Celso Saiki, “Os Últimos dias de Solidão de Rocinson Crusoé” – Direção: Pedro Paulo Bogossian, “Abacaxi, Whisky of Chuchu” – Direção: Pedro Paulo Bogossian, “Cabaret Brecht” – Direção: Myryan Munys, “Miss Brasil 2000 – Uma Fantasia Musical” – Direção: Abílio Tavares, “Um dia sem Televisão” – Direção: Amaury Álvares.

Em Shows Musicais: “Cabaret Atlântico”- Direção: Pedro Paulo Bogossian, “Abertura do Salão do Humor de Piracicaba”- Direção: Pedro Paulo Bogossian (Participação de Luis Fernando Guimarães), “Abertura do Festival de Teatro de Bauru”- Direção Pedro Paulo Bogossian (Participação de Lima Duarte), “Homenagem a Flávio Rangel – TUSP”- Direção: Pedro Paulo Bogossian (Participação de Aracy Balabanian e Regina Braga).

Eduardo Osório também participou de programas de televisão e Comerciais:

🎬 Novela – Nosso Olé
Produção Nipo-Brasileira
Direção – Celso Saiki

🎬 Programa Altas Horas – Rede Globo
Episódio – Sexo Virtual é Traição?

🎬 Semp Tpshiba – Copa 1998

🎬 Texaco – 2002

Direções de Eduardo Osório: “O Deus nos Acuda”- De Bráulio Pedroso, “O pedido de Casamento”- De Anton Tchekov, “Vestir o Pai”- De Mário Viana, “Uma Divina Comédia”- De Maisa Aché, “Coisas da Vida”- Criação Coletiva, “Velório à Brasileira”- De Aziz Bajur.
Ministrou o Worshop para alunos na Semana de Letras: Workshop De Teatro – UNG ( Universidade Guarulhos) – 2003.

Também ministrou aulas de Teatro (Adolescente e Terceira Idade) nas Casas de Cultura do Município e em alguns clubes da cidade de São Paulo.

No Festival de Teatro da Cidade de São Paulo/2011, Eduardo Osório, foi premiado como Melhor Ator Coadjuvante, por sua atuação no musical “Os Boêmios de Adoniran”. Link: https://bit.ly/2BfqhGp 

Atualmente, Eduardo Osório, é um dos professores da Escola BRAAPA Força e Cultura e, ministrou o Curso Internacional de Teatro e TV em Angola , no ano de 2005, tendo dirigido seis espetáculos de formatura na ocasião.

Venha você também fazer parte desse mundo de artista. Basta se inscrever para o Curso Intensivo de Formação Profissional de Atores, acesse o link e saiba mais: https://bit.ly/2xxltZO

Conheça um dos professores da BRAAPA, André Bravo Valente

Andrá Bravo Valente 1

André Bravo Valente formou-se em Administração de Empresas pela FMU em 1992, mas, a sua vida no teatro começou bem mais cedo. Em 1986 começou o curso, porém, foi por volta de 1993 que passou a se dedicar mais nessa área e não parou mais.
Profissionalizou-se como ator e trabalhou em vários espetáculos entre infantis e adultos com diretores de renome no mercado, como Jacques Lagoa, Silnei Siqueira, Zeno Wilde, entre outros.
Dentre os espetáculos que atuou destacam-se “A bela e a Fera”, “Sonho de uma Noite de Verão”, Rua São Luiz – 27 – 8º andar, entre outros.
Sempre se envolveu para ajudar nos trabalhos de produção das peças em que trabalhava, viabilizando várias através de contatos.
Em 1997, formou junto ao ator Eduardo Paiva a BRAAPA em Produções Artísticas e produziu o espetáculo “Poliana, a menina”, onde também atuava, tendo inclusive, seu trabalho destacado pela crítica. O espetáculo foi indicado para vários prêmios, chegando a ganhar algumas das indicações.

André decidiu então, fazer um dos raros cursos de TV, existentes no mercado, e viu que o objetivo básico do curso era dar dicas, gravar as cenas sem uma orientação didática, e principalmente estabelecer contatos. Porém ele desejava, realmente, aprender o mecanismo da linguagem e, começou a desenvolver junto a seu sócio, cursos de interpretação para TV com diretores de ator no veículo, ambientado em estúdios de gravação e com qualidade de ensino. Produziu com seu sócio, os cursos de todos os diretores e personalidades realizados pela BRAAPA.

Como ator, ainda participou como coadjuvante no seriado de “As novas aventuras de Tiazinha” na TV Bandeirantes, além de novelas no SBT.
Participou também do espetáculo “Miss Brasil sou Eu” de Ronaldo Ciambroni e ministrou aulas de Interpretação para TV e Desenvolvimento Pessoal para BRAAPA no “1º Curso Internacional de Teatro e TV em Angola”, onde permaneceu por 3 meses implantando o projeto. André também ministrou palestras de Desenvolvimento Pessoal na loja Maçônica Grande Oriente Paulista. Na BRAAPA, ministra Curso de Desenvolvimento Pessoal, além e Curso de Interpretação para TV.

Participou de vários filmes publicitários como: Ponto frio, Volkswagen, ABA (Associação Brasileira de Anunciantes), CPTM (Governo do Estado de São Paulo), programetes publicitários do Unibanco intitulados “É da sua conta” para o dia das mães e dia dos pais, entre outros. Recentemente esteve no ar com o comercial da “Fiat”, ao lado de Dani Bananinha, bailarina do programa do Luciano Huck.

O ator André Bravo Valente retomou ao elenco de “A Bela e a Fera”em 2007, no Teatro Folha, onde permaneceu até 2009; e foi Diretor Geral de produção do Premiado espetáculo “Velório à Brasileira” de Aziz Bajur, em 2008.
Como apresentador, atuou no programa “Rally Universitário” para TV da Internet em 2010.
É um dos Diretores da BRAAPA FORÇA E CULTURA, onde ministra aulas regulares de Desenvolvimento Pessoal, além de aulas particulares de Interpretação para TV e Publicidade.
Aproveite para clicar no Link e conhecer mais sobre o cursohttps://bit.ly/2BF1o22

Conheça um dos professores da BRAAPA, Alexandre Gati

Alexandre Gati

Alexandre Gati, ator formado em 2008, atualmente ministra a disciplina de Jogos Teatrais e Interpretação na BRAAPA Escola de Atores desde agosto de 2013.

COMO DIRETOR NA BRAAPA

🎬 Apresentação dos alunos para conclusão de módulo: “O Ti Ti Ti é Aqui”- Julho/2015;

🎬 “Cartoon”- Dezembro/2014;

🎬 “Era Uma Vez…”- Julho/2014;

🎬 “Vale a Pena Ver de Novo” – Dezembro/2013.

COMO ORIENTADOR

Alexandre Gati ministra cursos de férias nos períodos de julho e dezembro, desde 2012.

COMO DITEROR/PRODUTOR DE VIDEOCLIPES

🎬 Uma História de Amor (Cover) – da Cantora Letycia Martins;

🎬 “Mais Uma Vez” e Histórias Suas – da Cantora Mari Guedes;

🎬 “Hold My Hand” – do CantorThor Chamone;

🎬 “Simples”, “Maria”, “Rebirth”, “Rebirth (Remix) e “Agradecimento de Natal”- da Cantora Joe Welch;

🎬 Campanha do perfume “Fantasy” – de Britney Spears no Brasil, por Francinne Porto (Cover Oficial no Brasil).

NO TEATRO

🎬 “E se…? Por que nem só de Shakespeare vivem Romeu e Julieta”- de Daniela Prata, em duas temporadas, dirigido por Daniela Prata e Silmara Túrmina- Out/Nov/2011 – Maio/Julho/2012;

🎬 “Grito!”- de Plínio Marcos – adaptado e dirigido por Sérgio Milagre – Set/Nov/2009;

🎬 “Coração de uma Estrela”(Musical) – de Ewerton Soares – Abril/2009.

NA TV

Coleciona uma série de trabalhos, entre eles:

🎬 Participação na série “Mamonas Assassinas”(Record);

🎬 Novela “Chiquititas”(SBT);

🎬 Minissérie “Sansão e Dalila”(Record);

🎬 “O Negócio”- (HBO/FOX);

🎬 “Fantástico”- Participação – (Rede Globo), na reportagem intitulada “Saiba o que fazer quando alguém passar mal perto de você”;

🎬 “Tribunal na TV”- Programa – ( BAND); Entre outros.

NO CINEMA

Participou dos longas:

🎬 “Mais Forte Que o Mundo – A História de José Aldo” – de Afonso Poyart;

🎬 “Homens da Pátria”- de Gastão Coimbra e;

🎬 “Luz nas Trevas”- de Helena Ignez.

EM PUBLICIDADE

Participou de vários comerciais e campanhas, entre eles:

🎬 “Sicoob”

🎬 “Produtor Rural” – Caixa Econômica Federal;

🎬 “O Boticário”- (modelo de mãos) – Campanha de Natal/2015;

🎬 “Dogwalker”;

🎬 “O SBT dá as férias de seus sonhos”

Vídeos Internos como:

🎬 Vídeo de treinamento “Shell”;

🎬 “APAS”;

🎬 Supermercados Walmart;

🎬 Hospital do Sono, etc.

CURSOS

🎬 “Interpretação na TV”- com Luiz Antônio Rocha;

🎬 Treinamento no “Stúdio Fátima Toledo”- com Bruno Costa;

🎬 Workshop de “Desenvolvimento do Talento Artístico e Interpretação para Atores”- Com Andréa Cavalcanti;

🎬 “O Ator Imaginário”- na “Academia Internacional de Cinema”- com Christian Duurvoort;

🎬 Treinamento Profissionalizante na “Escola de Atores Nilton Travesso”- com Sérgio Milagre;

🎬 Interpretação para TV e Publicidade e também apresentador de TV e Eventos – na “BRAAPA Escola de Atores”, com Eduardo Paiva;

🎬 Interpretação para Novelas e Minisséries – no “Globe” – com Ramiro Silveira;

🎬 Além de treinamento preparatório para Orientador com Eduardo Paiva e André Bravo Valente, na “BRAAPA Escola de Atores”.

E você pode conhecer os trabalhos de Alexandre Gati, acessando o site: www.alexandregati.com.br

E se você quer fazer parte desse mundo fantástico de atores, aproveite para fazer a sua inscrição para o Curso Intensivo de Formação Profissional de Atores (Teatro TV e Cinema), turmas para 2018.
Clique no Link e saiba mais: https://bit.ly/2xxltZO

Conheça um dos professores da BRAAPA, Eduardo Paiva

12804834_10156649056085457_6840194534619571740_n

Eduardo Paiva é formado em Rádio TV pela FAAP. Desde 1986, com diretores profissionais e de renome, se apresentava em espetáculos e festivais amadores.
Atuou em vários espetáculos de teatro infantil e adulto tendo destaque com o personagem Gaston, de “A Bela e a Fera”, no Teatro Imprensa, em 1995. Além disso, atuou em diversos comerciais e programas do SBT, chegando a ser contratado pela casa.

Em 1997 associou-se ao ator André Bravo Bravo valente para formar a BRAAPA Produções Artísticas e produzir o musical “Poliana, a menina”, produção essa que viria a receber indicações e prêmios do teatro, e que também foi considerada pela crítica como o melhor elenco de teatro infantil já visto em São Paulo até então.

A partir de 1998, começou a trazer diretores de TV para realizar cursos de interpretação para TV, no intuito de melhorar o nível dos cursos nessa área, o que acabaria por formar um modelo junto com seu sócio, seguido posteriormente pelos concorrentes devido à repercussão no mercado da organização e qualidade de ensino dos mesmos.

Eduardo Paiva atuou em longa metragem com co-produção internacional ao lado dos atores Michael York e Jennifer O’neal.
Atuou em vários filmes publicitários, entre eles destacam-se o comentado comercial da Azaléia aolado de Grazi Massafera do BBB5, que veiculou internacionalmente, dos carros Picasso da Citroën e Novo Gol, STILL (ferramentas de Jardim), DPVAT, Kaiser, Celulares Tess, e muitos outros. E também participou na TV do seriado do “As novas Aventuras de Tiazinha”(TV Bandeirantes) e das novelas “Tiro e Queda”e “Louca Paixão”(TV Record)

Em 2004 a 2007 esteve em cartaz com o espetáculo “Miss Brasil sou Eu” de Ronaldo Ciambroni no papel de apresentador.
Ele foi um dos professores de Interpretação para TV da Equipe BRAAPA no “1° Curso Internacional de Teatro e TV de Angola”, onde permaneceram 3 meses.
É apresentador dos eventos da empresa Italiana GAMA ITALY, nas feiras anuais Hair Brasil e Cosmética em São Paulo.

Em 2007 retornou ao elenco de “A Bela e a Fera” e em 2008 participou, como ator e produtor, do premiado espetáculo “Velório à Brasileira”.

É um dos diretores da BRAAPA FORÇA E CULTURA e atualmente Eduardo Paiva ministra cursos regulares de Interpretação para TV e Publicidade, além de aulas particulares de Apresentação de Programas de TV e Eventos na BRAAPA FORÇA E CULTURA, cumprindo satisfatoriamente o objetivo da proposta do projeto, que é fazer com que os atores sejam mais editados e aprovados nos testes de Publicidade e TV.

Eduardo Paiva e André Bravo Valente, juntos, foram responsáveis pela idealização, planejamento, organização e implantação da Escola de atores Wolf Maya no Shopping Frei Caneca.

Aproveite a oportunidade, faça sua inscrição para o Curso “Apresentador de TV” e tenha aulas particulares com essa fera que é Eduardo Paiva. Clique no Link e saiba mais https://bit.ly/2BF1o22 .

Conheça a trajetória de Suzana Pires

globo-suzana-pires-prepara-texto-final-de-sinopse-para-a-faixa-das-sete-5a8aba5080608_featured                                 Foto/Reprodução: O Planeta TV

 

Suzana Pires é atriz e autora da Rede Globo de Televisão que atualmente desenvolve a sinopse de novela para o horário das 19h (próxima novela a entrar no ar).

Assinou ao lado de Walther Negrão e Julio Fischer, a novela Sol Nascente e a minissérie Dama da noite e foi coautora da novela Flor do Caribe.

Antes disso, foi colaboradora do humorístico Os caras de pau, autora do seriado da Conspiração Filmes As pegadoras e de inúmeras peças teatrais.

No cinema lança agora em 2018, o filme De perto, ela não é normal, onde assina roteiro e também é a protagonista.

Possui formação acadêmica em Filosofia pela PUC-RJ e também possui formação em SHOWRUNNER drama séries, pela media Exchange em Los Angeles.

Estudou roteiro com Guilhermo Arriaga (Amores brutos e Babel), Robert Mackee (Consultor de seriados americanos), Jhon Truby (Doctor Script) e José Carvalho (seriados).

Como atriz tem uma longa e sólida carreira teatral, tendo obtido reconhecimento de público e crítica com o monólogo De perto, ela não é normal do qual também é autora.

Atuou nas novelas A regra do jogoFina estampa, Gabriela, Caras e Bocas, entre outras novelas. E nos filmes Loucas pra casar, Casa grande, A grande vitória, Tropa de elite, entre outros.

Única atriz brasileira a participar do Sundance Directors Lab do Sundance Institute – Instituto impulsionado por seus programas que descobrem e apoiam cineastas independentes, artistas de teatro e compositores de todo o mundo.

Em abril,  Suzana Pires ministrará pela terceira vez uma Oficina de Roteiro em parceria com a BRAAPA Escola de Atores. Um projeto de caráter independente, sem vínculos com emissoras de televisão, que visa ensinar a estrutura básica necessária para que o aluno possa transformar suas ideias em um texto final e caminhar por conta própria em sua carreiras, assim como foi construída a trajetória da própria Suzana.

A Oficina não tem como objetivo desenvolver sinopses coletivas para novelas ou seriados de TV e nem descobrir novos roteiristas, mas sim, ensinar aos alunos a organizarem suas ideias e transformá- las em texto para teatro, TV ou Cinema. Os alunos roteiristas poderão assistir, ainda,  a apresentação do resultado final encenada por atores da BRAAPA, a fim de visualizarem de perto o resultado de suas criações durante o processo.

Nessa Oficina de Roteiro, Suzana aborda e aplica tópicos como:

– A origem da dramaturgia (os gregos e a educação pela dramaturgia);
– Montando um plot/mito;
– Ideia – argumento-sinopse-perfil de personagens;
– Estruturação de Roteiro (os 05 pontos) – Curva Dramática;
– A preparação – o setup;
– Detalhes sobre as etapas do roteiro de acordo com a tarefa;
– Perfil de personagens: herói / anti-herói;
– Dinâmicos / Antagonistas;
– Montando as partes do roteiro;
– Montando a nossa história;
– Desenvolvendo uma cena que represente uma das etapas do roteiro(Distribuição em grupos);
– Trilha / Escaleta / Cena: personagens / Roteiro / Roteiro Adaptado.- Produção/ Limitação / Roteiro;
– Tarefas extra classe;
– Apresentação do roteiro desenvolvido por Atores da Escola.

Você também pode participar da Oficina de Roteiro com a Suzana Pires.

QUANDO
Dias: 14,15, 21 e 22 de Abril de 2018
Horário: das 10h às 18h

LOCAL
Braapa Escola de Atores
R. Valdir Niemeyer, 58 – Sumaré – São Paulo/SP

OBSERVAÇÃO:
Data limite para inscrições: 05 de Abril de 2018 com condições especiais para inscritos até 28 de Fevereiro.

Turma: mínimo de 10 e máximo de 25 alunos

Inscreva-se já!

Interpretando personagens críveis

09-02

1- Comprometa-se com o papel.

Um ator não deve reescrever o roteiro para tornar o personagem “mais agradável”, modificar as falas ou transformar o personagem em uma versão de si mesmo. Você foi contratado para interpretar um personagem que é real dentro do mundo da peça ou do filme. Você precisa agir como parte de uma equipe, que é composta por muitos outros profissionais, para que o resultado final seja bom.

  • Não tenha vergonha por algo que o personagem está fazendo: lembre-se de que você está atuando. Não transparecer realidade em cenas difíceis, nojentas ou violentas fará com que o público não acredite no que está vendo.
  • Os melhores atores se comprometem com os papéis. Já se perguntou por que o Tom Cruise é um astro do cinema de ação até hoje? Ele sempre se compromete com os papéis e demonstra energia ao interpretá-los, não importa se a situação é bizarra ou cômica. Nunca negligencie a leitura do roteiro, ela é muito importante.
  • Comprometer-se significa fazer o que for preciso para representar o personagem de modo realista, não do modo que acha que fica mais bonito.

    09-02-02

2- Aprenda a reagir.

Por mais que muitas pessoas não concordem que atuar é um modo de reagir, as reações são importantes enquanto se está aprendendo sobre atuação. Você precisa manter o foco na fala do outro personagem, ouvindo-o como se estivesse conversando com um amigo da vida real. É necessário estar pronto para responder a qualquer situação de modo honesto e na voz do personagem, mesmo se você não for a atração principal da cena.

  • Não saia do momento! Pare de pensar na cena seguinte ou no fato de ter errado alguma fala na cena anterior.
  • Um ótimo exemplo disso é o ator Charlie Day na série It’s Always Sunny in Philadelphia. Mesmo quando ele não tem falas, o personagem não para de se expressar facial e corporalmente. Ele se compromete com a energia imprevisível do personagem.

    09-02-07

3- Tente manter uma postura consistente.

A postura não apenas faz com que o personagem pareça mais confiante, mas permite que você entre na vida dele. Sua postura faz uma grande diferença: um personagem fraco costuma andar mais curvado e afastado dos outros, enquanto um personagem heroico mantém a cabeça erguida e a coluna reta, por exemplo.

09-02-08

4- Dite a energia da cena com seu ritmo e volume.

Às vezes, pode ser tentador soltar todas as falas de uma vez, sem pensar muito, mas isso compromete todas as nuances do papel. Permita-se ritmar e dar volume ao estado interno do personagem.

  • Os personagens nervosos e assustados costumam falar apressadamente.
  • Os personagens com raiva elevam a voz e falam mais devagar (quando querem esclarecer algo) ou mais rápido (quando estão explodindo).
  • Os personagens felizes tendem a falar rápido e com um volume uniforme ou crescente.
  • Variar o ritmo e o tom de voz de acordo com a cena é um ótimo modo de demonstrar mudanças e reações aos eventos da trama.

09-02-06

 

5- Experimente enfatizar algumas falas.

Considere todo o subtexto do diálogo e enfatize-o de acordo com isso. Pense na palavra mais importante da frase para destacá-la. Por mais que isso não pareça tão importante, a ênfase pode transformar as coisas que você diz. Dizer “Eu amo você” tem uma conotação diferente de “Eu amo você“, por exemplo.

  • Este é outro ponto em que você pode se inspirar em atores famosos. Procure por roteiros de filmes que nunca assistiu, escolha um personagem e leia algumas das falas dele. Ao assistir o filme, compare o modo com o qual o ator disse essas falas: lembre-se de que não há um modo errado de dizer as falas do personagem, mas você poderá perceber algumas nuances da ênfase.

    09-02-05

6- Respeite o roteiro.

Não há problema em improvisar algumas palavras, mas você deve ater-se ao roteiro o máximo possível, a menos, é claro, que seja instruído pelo diretor para improvisar tudo. Você nunca sabe se alguma palavra fará uma ligação entre cenas ou se o diretor deseja que a frase seja dita do modo exato do roteiro, por exemplo. Na dúvida, siga o roteiro. Caso a ideia seja improvisar ou mudar a fala, alguém da equipe o instruirá quanto a isso.

09-02-09

7- Esqueça a câmera e o público.

Reagir ou sequer reconhecer a presença do público fará com que você saia do personagem, pois ele normalmente não deve saber que faz parte de uma peça. Você pegará isso com o tempo, mas um modo de se preparar é simplesmente entrar na frente da câmera: no momento em que a notar ou sentir estar sendo observado, não demonstre reação.

  • As equipes mais experientes evitarão o contato visual com você durante uma cena, por mais que esse contato seja natural. Tente ajudar seus colegas de cena fazendo o mesmo quando não estiver atuando.
  • Perceba as coisas que faz durante o nervosismo. Evite mexer no cabelo ou bater os pés, por exemplo. Controle-se respirando fundo e tomando um gole d’água.