Arquivo da tag: formação profissional de atores

10 Leituras indispensáveis para atores

photo-1525715843408-5c6ec44503b1

A leitura é fundamental para qualquer pessoa, sendo ele um ator ou não, nunca é demais obter conhecimento, isso ajuda a abrir os horizontes e a nos despertar em muitos sentidos. Mas, o nosso foco aqui, são para atores que estão em formação. Por isso, trouxemos uma lista de 10 grandes livros com métodos de exercícios e com renomados nomes do Teatro Mundial, que serão de grande valia para você que quer engajar nesse mundo. Confira:

🎬 1- História Mundial do Teatro – J. Guinsburg:
Trata-se de um manual para atores profissionais e amadores, professores e crianças, escola, centros comunitários. Para os diretores de teatro propicia uma compreensão dos problemas enfrentados pelos atores e das técnicas para solucioná-los. Promove, ainda, uma discussão dessa atividade na educação, na dança, na psiquiatria, na convivência social e na criatividade artística.

captura2

🎬 2 – O Jogo Teatral no Livro do Diretor – Viola Spolin:
Este livro é uma aplicação prática do famoso método pelo qual Viola Spolin foi chamada ‘a grã-sacerdotisa do teatro improvisacional’. A autora mostra, de forma lúdica, como suas técnicas podem ser utilizadas em larga variedade de situações, e também para o amadurecimento e a integração dos participantes do projeto teatral.

🎬 3 – Dicionário de teatro – Patrice Pavis:
É uma obra conhecida internacionalmente que Traz verbetes, traduzidos por professores e pesquisadores do campo, onde são sintetizadas e discutidas questões da dramaturgia, da encenação, da estética, da semiologia e da antropologia da arte dramática, o que o constitui o saber sobre a história, a teoria e a prática da criação teatral.

🎬 4 – O Ator invisível – Yoshi Oida:
Neste manual da arte de representar, o autor demonstra a amplitude de sua experiência nas técnicas de representação, do Oriente e do Ocidente, do tradicional e do experimental, do texto escrito e do improvisado, do cinema e do teatro, do corpo a voz.

captura5

🎬 5 – Cartas à uma Jovem Atriz – Marília Pera:
Contemplando a visão de Marília Pêra, este livro mostra o verdadeiro papel do artista na sociedade brasileira, além de trazer, em pormenores, as dificuldades, os prazeres, as ilusões e a realidade desta profissão secular idolatrada pelos brasileiros em geral. Marília ensina, por exemplo, que nada deve ser feito se não for bem feito e que todos, de um modo ou de outro, são artistas da vida que levam.

🎬 6 – O teatro Épico – Anatol Rosenfeld:
O autor se lança através da história do teatro, pondo em relevo as manifestações do épico na cena do Ocidente, desde sua emergência na Grécia por meio da análise dos recursos e peças utilizadas por dramaturgos, diretores e correntes teatrais, seja da Idade Média, do Renascimento e do Barroco, ou da época elisabetana, do Romantismo e do Naturalismo até a sua cristalização maior na dramaturgia brechtiana. Uma importante contribuição de Anatol Rosenfeld para os estudos literários e teatrais.

🎬 7 – Performance Como Linguagem – Renato Cohen:
A partir da observação das realizações de artistas como Joseph Beuys, Laurie Anderson e grupos como o Fluxus, entre outros, são focalizadas as diversas vertentes da performance, que vão dar ritualização à arte conceitual, bem como ao chamado teatro de imagens. Estudando a manipulação de signos com que os artistas criam estas formas de encarnação imagística e expressiva dos espaços cênicos, propõe uma espécie de ‘antimídia’ que se contrapõe ao discurso da mídia institucionalizada.

Capturar8

🎬 8 – Improvisação para o Teatro – Viola Spolin:
Manual para atores profissionais e amadores, professores e crianças. Para a escola e os centros comunitários oferece um detalhado programa de oficinas de trabalho. Aos diretores de teatro propicia uma compreensão dos problemas enfrentados pelos atores e das técnicas para solucioná-los. Promove, ainda, uma discussão dessa atividade na educação, na dança, na psiquiatria, na convivência social e na criatividade artística.

captura9

🎬 9 – O Teatro Brasileiro Moderno – Décio de Almeida Prado:
Décio de Almeida Prado é um dos poucos homens de teatro que podem contar na primeira pessoa cinqüenta anos de teatro no Brasil – primeiro, enquanto espectador assíduo, nos anos 30; e, a partir do pós-guerra, através de uma atividade crítica que é pedra fundamental do moderno teatro brasileiro. Décio dá aqui seu testemunho na análise das principais realizações dramatúrgicas e cênicas de meio século decisivo no curso da arte dramática nacional. Assim, o acompanhamos desde o teatro de Procópio Ferreira, passando pela criação do TBC – que por sua vez originou o Arena e o Oficina – para finalmente chegar à multiplicidade algo diluidora do teatro atual. ‘O Teatro Brasileiro Moderno’, dessa forma, é uma chave para a compreensão de um espetáculo que ainda não terminou.

captura10

🎬 10 – O que é Dramaturgia? – R. Pallotini:
“O que é dramaturgia” pretende – e consegue – expor a leitores dos mais variados tipos os segredos da arte de escrever roteiros, textos dramáticos e afins, além de fornecer aos estudiosos do assunto informações sobre os princípios teóricos básicos desse tema. Pensado para quem inicia a sua caminhada, “O que é dramaturgia” insiste em não complicar quando é possível explicar.

Desejamos uma ótima e proveitosa leitura a todos! 📚🎬

#dicasdeleitura #livros #beneficiosdoteatro #curso #cursointensivo #formaçãoprofissionaldeatores #cursodedublagem #sejaumdublador #braapa #turmasmatinais #turmasnoturnas #teatro #tv #cinema #cursodeteatro #escoladeteatro #vilamadalena #sumare #incriçoesabertas #garantasuavaga #euamoteatro #vemparaoteatro #dezembro2018

Curso Intensivo de Formação profissional de Atores

curso intensivo

Este curso intensivo da BRAAPA tem como diferencial a grade curricular inovadora que inclui, além da disciplina de “Interpretação para TV e Publicidade”, a disciplina de “Desenvolvimento Pessoal” que contém orientação na carreira e treinamento, inclusive, com técnicas de “Programação Neurolinguística (PNL)”, sendo a única escola do mercado, nesse segmento, a ter uma disciplina como essa dentro de sua grade curricular.
Talvez essa seja a razão pela qual um grande percentual dos atores formados pela escola estejam atuantes no mercado, construindo suas trajetórias artísticas de maneira mais consciente e atuando em teatro, TV, cinema, publicidade, dublagem, etc.

🎬 – Objetivo:

O curso foca na vida profissional dos futuros atores dentro da realidade do mercado de trabalho, preparando-os também para a linguagem televisiva e publicitária, bem como a estruturação emocional e intelectual do aluno para ser um profissional de sucesso. Antes de tudo, um ser humano artista, para que possa exercer a sua arte.
Diferenciais:

1) O único curso de formação profissional do mercado que tem incluso na sua grade curricular, aulas de “Interpretação para TV e Publicidade” e “Desenvolvimento Pessoal”;

2) Modalidade Intensiva capaz de formar o aluno em 22 meses sem diminuir a carga horária. (IDEAIS para alunos residentes em outras cidades);

3) Orientação para o Mercado,

4) Orientadores artísticos atuantes no mercado de trabalho,

5) Apresentações em teatro ao final do 1º, 2º e 3º módulos no FIBRA Teatral (Festival Interno de Teatro BRAAPA),

6) Montagem final de espetáculo (4º módulo),

7) Aulas de interpretação para TV gravadas em vídeo e avaliadas ao final de cada aula,

8) Melhor custo benefício do mercado,

9) Pela sua duração e objetividade tem sido procurado, também, por pessoas que buscam a carreira com intenção de seguir na área da dublagem.
Carga horária: 1.400 horas

🎬 – Disciplinas Oferecidas:

História do teatro, expressão vocal, expressão corporal, interpretação e jogos teatrais,
cenografia, figurino e maquiagem, leitura dramática, literatura dramática, interpretação para TV e publicidade, ética, legislação e produção. Esse curso, além de prepará-lo para a carreira, é uma preparação para a vida.
Os Atores formados pela BRAAPA têm sido bem vistos pelos profissionais que atuam nas seleções de elenco do mercado de trabalho artístico, o que faz toda a diferença para aquele que realmente pretende seguir uma carreira sólida.
Ter os nossos alunos sendo recebidos com respeito e bem avaliados por profissionais experientes, demonstra o resultado de um trabalho sério e dedicado de anos, por uma equipe de orientadores de qualidade e atuantes na área artística.
Se você tem desejo, vontade de ingressar na carreira, dedicação e garra de aprender e vencer, esse curso é a melhor escolha. Nós temos a experiência, empenho e prazer em prepará-lo para o caminho.
Ao escolher esse curso, você escolhe transformar sua vida.
📣ATENÇÃO: Para obter o certificado de conclusão final, o aluno precisa ter 75% de presença mínima e média 6,0 (seis) em todas as disciplinas.
Curso Livre Preparatório para o registro profissional (DRT) pelo SATED/SP através de convênio entre o Sindicato e a Escola, que segue as normativas exigidas pela entidade para as escolas conveniadas.

🎬 – PRÉ-REQUISITO

Idade mínima: 14 anos
Ensino fundamental (1º grau completo)

Acesse o Link e confira as turmas: https://bit.ly/2xxltZO

#beneficiosdoteatro #curso #cursointensivo #formaçãoprofissionaldeatores #cursodedublagem #sejaumdublador #braapa #turmasmatinais #turmasnoturnas #teatro #tv #cinema #cursodeteatro #escoladeteatro #vilamadalena #sumare #incriçoesabertas #garantasuavaga #euamoteatro #vemparaoteatro #novembro2018

Workshop de Clown / Palhaço “O Outro lado do Riso” com Eduardo Mancini

Capturarblog
Foto: Márcio Claro@2018

Globalização, Internet, mecanização e todos esses avanços tecnológicos, nos distanciam de nossos princípios básicos. Afinal o que somos: máquinas? Ou seres humanos?
A cada dia necessitamos resgatar nossos sentimentos mais profundos, devolver nossa espontaneidade, enfim reencontrar aquela criança que a cada dia vai se distanciando de nós mesmos, sendo sufocada pelo cotidiano.
O teatro, através da comédia e principalmente enfocando o “Clown/Palhaço”, estimula nossa criatividade, libera nossas emoções, nos aproxima da nossa criança e das outras pessoas de uma forma mais plena, tornando o nosso viver mais prazeroso.
O Outro lado do Riso…, é um Workshop de introdução a “Comicidade e ao Lúdico”, é uma iniciação ao cômico, enfim é uma tentativa de tornar mais fácil o desenvolvimento desta difícil tarefa que é “fazer rir”.
O clown é um eterno desajustado com as coisas cotidianas, é inapto para tarefas corriqueiras, é um ator desnudado de máscaras e arquétipos, é covarde e corajoso, é bom e é mau, enfim é um “ser humano na sua plenitude”, um flagrante de humanidade.
A Comédia Contemporânea, que chega ao grande público está se distanciando do Lúdico, da Poesia e do Patético, elementos que sempre estiveram presente em grandes atores (Charles Chaplin, Buster Keaton, Peter Selers, Oscarito, Grande Otelo e muitos outros).
Objetivamos com esse Workshop despertar o “espirito Clownesco“, buscar o lado engraçado que todos nós temos, mas que normalmente bloqueamos, também daremos noções básicas do trabalho de Palhaço em hospitais.

Programação geral:

 – Panorama histórico cultural do clown/Palhaço
 – Surgimento e evolução
 – Linhas de trabalho
 – Espaços de atuação (circo, cinema, TV, teatro, rua)
 – Expressão corporal (aquecimento)
 – Descobrindo as possibilidades corporais para o clown
 – Andar, Correr, Sentar, olhar
 – Como trabalhar com objetos do cotidiano
 – Bola, Cadeira, Comida
 – Descobrindo suas potencialidades e explorando suas deficiências
 – Romântico, Bruto, Lúdico, Patético, Arrumadinho, Atrapalhado
 – O elemento surpresa e o inusitado
 – A cumplicidade / e a triangulação
 – Um jeito único para fazer: um discurso, uma mágica, contar uma piada
 – O Palhaço no ambiente hospitalar.
 – Como entrar no quarto
 – Reconhecendo o espaço
 – Observando os pacientes / acompanhantes / Equipe médica
 – Aprendendo a trabalhar em dupla

SOBRE EDUARDO MANCINI – FORMAÇÃO ARTÍSTICA:

 – Clown – Cristiane Paoli Kitto – Gabriel Guimard
 – Cinema – Studio Fátima Toledo (núcleo de atores)
 – Teatro – Espaço Teatro & Cia (Rubens Brito)

CINEMA:

 – Boleiros – 1998 –
 – Hugo Giorgetti – Personagem – Líder da Gaviões da Fiel
 – A Hora Mágica – 1999 –
 – Guilherme De Almeida Prado – Personagem – Cenotécnico
 – Mangueira “Amor Que Fica“ – 2000 Marco Altberg – Personagem – Ator De Teatro
 – Bicho De Sete Cabeças – 2001
 – Lais Bodanski – Personagem – Interno do manicômio
 – Carandiru – 2004
 – Hector Babenco – Personagem – Dono do Bar
 – O Casamento De Romeu E Julieta – 2005
 – Bruno Barreto – Personagem – Torcedor
 – Os Doze Trabalhos – 2007
 – Ricardo Elias – Personagem – Mano Veio (Motoboy)

TELEVISÃO – CONTRATO – GLOBO:

 – Escrito nas Estrela (2010) – Elizabeth Jhin – Direção – Papinha – Personagem – Manoel (Lider de Comunidade)
 – Eterna Magia ( 2007 ) – (Elizabeth Jhim) – Direção – Ulisses Cruz – Personagem – Gonzaga – Barbeiro
 – Esperança – 2002 ( Benedito Rui Barbosa ) – Direção – Luiz Fernando Carvalho – Personagem – Amadeu ( Morador do Cortiço )

OUTRAS PARTICIPAÇÕES:

 – Cilada Personagem – Médico
 – Diarista Personagem – Pastor ( Piadistas Anonimos )
 – Belíssima Personagem – Italiano
 – Denise Fraga – Personagem – Garçon
 – Zorra Total – Personagem – Várias participações
 – Chico Anisyo (O Belo e as Feras) – Personagem – Contador
 – Torre de Babel – Personagem – Detetive
 – SBT – Fascinação e Razão de Viver

TEATRO:

 – 2011 a 2012 – Pesadelo – Texto e Direção – Tin Urbinatti
 -2009 a 2010 – Foices, Fuzis e Fações (Adaptação dos Fuzis Da Sra Carrar) – Texto e Direção – Maria Cecília Garcia
 -2005 a 2006 – Hoje o Dia Promete – Texto – Eduardo Mancini e Cleo Moraes – Direção – Eduardo Osório
 – 2000 a 2004 – Sos Planeta Terra – Texto – Eduardo Mancini Direção – Cleo Moraes
 – 1997 a 2001 – Guerra Dos Sexos – Direção – Maisa Aché
 – 1998 a 2000 – O Mundo Mágico De Monteiro Lobato Texto – Maisa Aché
 – 1995 – Alberto Santos Dumont – Texto – Dario Uzam Direção – Lourival Brasil
 – l992 a 1995 – O Homem Que Calculava – Texto – Malba Tahan Direção – Celso Saiki
 – l991 a l994 – O Pequeno Imperador Texto – Atilio Bari Direção – Milton de Almeida
 – l990 a 1995 – Caras De Plauto Texto – Tito Plauto Direção – Milton de Almeida
 – l989 a l990 – Mirandolina Texto – Carlo Goldoni Direção : Milton de Almeida
 – l987 a l989 – Mandrágora Texto – Maquiavel Direção : Milton de Almeida / Jamil Dias

OUTRAS ATIVIDADES ARTÍSTICAS:

 – Ministra oficinas de teatro e de Clown
 – Autor / Diretor e Produtor de Teatro
 – Há 10 anos Desenvolve trabalho de Palhaço em Hospital e ONG

Confira mais em: https://bit.ly/2FeyfAx

#embreve #sampa #beneficiosdoteatro #curso #cursointensico #formaçãoprofissionaldeatores #cursodedublagem #sejaumdublador #braapa #turmasmatinais #turmasnoturnas #teatro #tv #cinema #cursodeteatro #escoladeteatro #vilamadalena #sumare #incriçoesabertas #garantasuavaga #euamoteatro #vemparaoteatro #novembro2018

Peças Teatrais e Musicais em São Paulo Para Você Apreciar Em Novembro.

Aproveite esse momento cultural em família ou com amigos. Aprecie sem moderação!😉🎬

BRAAPA1
Jarbas Homem de Mello em Chaplin – O Musical. Foto: Divulgação

1º – Chaplin – O Musical:
Terá nova temporada no Teatro Net São Paulo entre os dias 03 a 25 de novembro. O musical percorre a carreira de Chaplin desde quando era uma criança em Londres até a sua fama mundial, passando pelos seus filmes mais consagrados e seus personagens mais marcantes. O elenco de Chaplin – O Musical além de Jarbas Homem de Mello conta com Juan Alba, Myra Ruiz, Naíma, Paula Capovilla, Julio Mancini e Paulo Goulart Filho. A versão brasileira é assinada por Miguel Falabella.

BRAAPA2
Michel Teló em cena do musical Bem Sertanejo. Foto: Divulgação

2º – Bem Sertanejo – O Musical:
Contando a história da música sertaneja pelos seus grande sucessos, desde a sua origem até os dias mais recentes, traz no repertório cerca de 56 sucessos de nomes consagrados, o espetáculo é estrelado por Michel Teló e têm texto e direção de Gustavo Gasparani. O musical passa novamente por São Paulo em curta temporada no Tom Brasil, nos 09, 10 e 11 de novembro.

BRAAPA3
Foto: Divulgação

3º – Musical Natal Mágico:
O Musical Natal Mágico de Billy Bond está de volta no Teatro Bradesco em dezembro, trazendo toda a grandiosidade de cenários, efeitos especiais e muita interação que tanta agrada o público de todas as idades. O Papai Noel vai comandar a viagem mágica que passa pelo mundo dos contos de fadas, super-heróis, sucessos do cinema e canções clássicas de natal. As apresentações acontecem nos dia 10, 11, 15, 17 e 18 de novembro.

BRAAPA4
Foto: Divulgação

4º – QUARTA-FEIRA, SEM FALTA, LÁ EM CASA
Debruçada sobre um tom divertido de comédia, Quarta-feira, Sem Falta, Lá Em Casadiscute a solidão e a maneira como lidamos com ela. É através de Alcina (Eva Wilma) e Laura (Suely Franco), que esse texto de 1976 levanta argumentos tão pertinentes à condição humana e suas relações para abordar de maneira sensível questões relacionadas à terceira idade e as dificuldades em lidar com as gerações mais novas.
Serviço
Onde: Teatro Porto Seguro – Al. Barão de Piracicaba, 740, em São Paulo
Temporada: 6 de outubro a 25 de novembro de 2018
Horário: Sextas e sábados, às 21h. Domingos às 19h.

O Eterno Retorno do dramaturgo paulistano Samir Yazbek - Foto Lenise Pinheiro - Divulgação
O Eterno Retorno, do dramaturgo paulistano Samir Yazbek (Foto: Lenise Pinheiro/ Divulgação)

5º – O ETERNO RETORNO
O Eterno Retorno, do dramaturgo paulistano Samir Yazbek, estreia em São Paulo. Dirigido por Sérgio Ferrara, espetáculo traz no elenco Carlos Palma, Gustavo Haddad, Helô Cintra Castilho, Luciano Gatti e Patricia Gasppar. O espetáculo integra o projeto Samir Yazbek – Textos Inéditos que ainda conta com uma série de leituras dramáticas de obras inéditas do dramaturgo.
Serviços
Onde: Sesc 24 de Maio – Rua 24 de Maio, 109, em São Paulo
Temporada: .9 de novembro a 22 de dezembro de 2018
Horário: às 21h.

Flauta Mágica - Foto Foto Divulgação
Foto: Divulgação

6º – A FLAUTA MÁGICA
A Flauta Mágica, da Cia Imago, é um espetáculo infantil inspirado livremente na ópera homônima de Amadeus Mozart e Emanuel Schikaneder. Na direção Tucci Fattore e Naya Sáe no elenco Naya Sá e Tucci Fattore.
Onde: Teatro Alfa – Rua Bento Branco de Andrade Filho, 722, em São Paulo
Temporada: 6 de outubro a 25 de novembro de 2018
Horário: Sábados e domingos, às 17h30.

FONTE: https://bit.ly/2P2ALQa e https://glo.bo/2qmE0Dd

Curso de Dublagem – Entenda quais são os principais objetivos do curso

WhatsApp Image 2017-08-26 at 15.57.00 (1)

O Curso de Dublagem na BRAAPA possui duas vertentes: Curso de Iniciação à Dublagem e Curso Imersão em Dublagem. Ambos ministrados pelo Professor Tiaggo Guimarães. Atualmente, é o dublador do personagem “Berlín”, na série “La Casa de Papel” e, também, do personagem “Manda Chuva” no longa “Manda-Chuva – O filme”, com estreia prevista em 2018.

🎬 Curso de Iniciação à Dublagem

Possui duração de 4 meses e tem como objetivo principal desenvolver habilidades referentes à atuação do ator dentro de um estúdio de gravação, adquirindo consciência vocal e capacidade de interpretação de texto com foco na oralidade e musicalidade.

🎬 Desenvolvimento do Plano em Sala

– Preparação vocal com exercícios de dicção, articulação, respiração correta e limpeza vocal, assim como conhecimento do aparelho fonador, fisiologia da voz e elementos básicos da fonética.

– O ator em estúdio: quais os equipamentos utilizados, cuidados ao gravar, postura e atitudes durante gravação.

– Interpretação e co-criação para personagem: descobrindo e aprendendo a lidar com a musicalidade de cada idioma.

– Análise e estudo sobre os tipos de dublagens: sincronismo e voice-over.

– Exercícios práticos seguidos de análise: dublando desenhos, seriados, e filmes em diversos idiomas.

– Explicação sobre o mercado profissional: formas de atuação, nichos, estúdios de dublagem existentes. tes.

Ao término do curso, a avaliação final consiste em uma simulação individual de gravação de um trabalho em estúdio de dublagem com material ainda não usado em sala, e com tempo limite para finalizar.

🎬 Curso Imersão em Dublagem

Possui duração de 10 meses e tem como principal objetivo desenvolver e aprimorar habilidades referentes à atuação do ator dentro de um estúdio de gravação, adquirindo consciência vocal e capacidade de interpretação e análise de texto com foco na oralidade e musicalidade.

🎬 Desenvolvimento do Plano em Sala

– Preparação vocal com exercícios de dicção, articulação, respiração correta e limpeza vocal, assim como conhecimento do aparelho fonador, fisiologia da voz e elementos básicos da fonética.

– O ator em estúdio: quais os equipamentos utilizados, cuidados ao gravar, postura e atitudes durante gravação.

– Interpretação e co-criação para personagem: descobrindo e aprendendo a lidar com a musicalidade de cada idioma.

– Análise e estudo sobre os tipos de dublagens: sincronismo e voice-over.

Módulo 1 – Desenhos Animados: voz para personagens caricatos, explorando diversas regiões dentro do trato vocal;

Módulo 2 – Filmes em Inglês: dramas, comerias, ação e seriados;

Módulo 3 – Filmes Estrangeiros: francês, chinês, italiano, espanhol, russo, alemão;

Módulo 4 – Realitys e Voice-Over: naturalidade e imprevisibilidade da voz.

– Mercado Profissional: formas de atuação, nichos, orientações para inserção no mercado, estúdios de dublagem existentes.

No Curso de Imersão à Dublagem, o aluno também é submetido à uma avaliação final, que consiste em uma simulação individual de gravação de um trabalho em estúdio com material ainda não usado em sala, e com tempo limite para finalizar.

🎙 Saiba mais em: http://cursodeteatro.com.br/curso-de-dublagem/

#curso #formaçãoprofissionaldeatores #cursodedublagem #sejaumdublador #braapa #turmasmatinais #turmasnoturnas #teatro #tv #cinema #cursodeteatro #escoladeteatro #vilamadalena #sumare #incriçoesabertas #garantasuavaga #euamoteatro #vemparaoteatro #outubro2018

10 Musicais imperdíveis em São Paulo, para apreciar em outubro de 2018

Para os apreciadores de peças teatrais, sejam eles musicais ou não, trouxemos uma lista com 10 peças, que vão agita os palcos paulistanos, para você assistir e se divertir com a família ou até mesmo sozinho, o importante é prestigiar sucessos da Broadway, clássicos da Disney, vencedores do Tony e produções inéditas. Confira:

foto divulgação
(Foto: Divulgação)

1º – Cantos de Coxia e Ribalta:
A Cia de Teatro Lusco-Fusco apresenta o espetáculo Cantos de Coxia e Ribalta na Sala Carlos Mirandana Fundação Funarte, com curta temporada entre os dias 6 a 28 de outubro. A autoria do musical é totalmente nacional e inédita, a criação é Alef Barros e Gustavo Dittrichi, narra uma trupe de teatro que pra salvar sua sede, buscam criar uma grande peça, que os leve de volta ao sucesso. Têm referências na encenação musical de Gospell e nas músicas de Chico Buarque e Toquinho, já o texto é inspirado nas obras Luis Alberto de Abreu.

2º – Um dia na Broadway:
Tributo a grandes musicais Um Dia na Broadway do prestigiado diretor Billy Bond, traz todo o clima de Nova York pra contar a história de um casal de brasileiros viaja para Nova York com os filhos mas chegando na cidade acaba se desencontrando, os filhos sabendo que os pais são fãs de musicais, vão para a Times Square tentar encontra-lo, acabam então visitando os 10 dos maiores musicais de todos os tempos, como Les Miserables, West Side History, Grease, Mamma Mia, Chicago, Evita e muito mais. Como costume das produções do diretor, o musical conta com números aéreos, levitação e efeitos especiais. Em cartaz do dia 05 a 28 de outubro no Teatro Bradesco.

foto divulgação 2
(Foto: Divulgação)

3º – A Bela e a Fera – O Espetáculo Musical:
Está em cartaz em curta temporada no Theatro Net São Paulo, o musical A Bela e a Fera – O Espetáculo Musical, entre os dias 26 a 28 de outubro, sexta a domingo às 20h. O musical inspirado no famoso conto francês, conta com 50 integrantes, entre atores, bailarinos, cantores e músicos da orquestra, além de 200 figurinos, cenários grandiosos e projeções em vídeo 3D. No elenco o destaque é Flávia Mengar como Bela, a atriz já interpretou Dorothy, de O Mágico de Oz, e a Ariel, de A Pequena Sereia.

4º – Tick, Tick … Blom !:
O musical Tick, Tick … Blom! do mesmo criador de Rent, Jonathan Larson, está previsto para chegar aos palcos paulista em outubro, no Teatro Faap, nas noites de terças e quartas. A produção será uns dos primeiros projetos da Companhia Paralela, idealizada por Bel Gomes, Leopoldo Pacheco que vai dirigir o musical, Thiago Machado e Bruno Narchi que também estrelam o espetáculo, junto com Myra Ruiz e Giulia Nadruz. O musical conta a história de Jon, um aspirante a compositor que mora em Nova York na década de 90 e questiona suas escolhas na vida para seguir o mundo das artes.

foto divulgação 3
(Foto: Divulgação)

5º – Cruella – Um Novo Musical:
Cruella – Um Novo Musical, que reestreia no Teatro Jardim Sul, volta no tempo para mostrar como a jovem Ella (Tati Caruso) se torna a famosa vilã Cruella, depois de uma infância conturbava com o pai(Deniz Félix), ela decola como estilista com ajuda de seu amigo Roger (Lucas Cracco) e sua assistenteAna (Marcela Lisboa), mas após passar por grandes decepções, se torna uma pessoa fria e vingativa. A direção é Jorge William, que escreve o roteiro junto com Tati Caruso, as canções são de Guilherme Gila. Temporada de 06 a 27 de outubro.

foto divulgação 4
(Foto: Divulgação)

6º – Branca de Neve – O Musical:
Branca de Neve – O Musical é mais um clássico para a família aproveitar no mês das crianças, vai está em cartaz entre os dia 06 a 28 de outubro, no Teatro Bradesco. Com direção Billy Bond, o musical apresenta canções em português, efeitos especiais 4D, gelo seco, levitações, ilusionismo e equipamentos imersivos. A superprodução ainda conta com 50 profissionais, mais de 180 figurinos, 35 trocas de cenários e 28 toneladas de equipamentos.

7º – Refúgio – O Musical
Versão para os palcos do premiado curta metragem Refúgio, dirigido por Pedro Diniz e roteirizado porAlexandre Biondi, Refúgio – O Musical chega novamente em São Paulo, com curta temporada no Teatro Ruth Escobar, entre os dias 05 a 26 de outubro. O musical com delicadeza e irreverência mostra a história de Lukas (Waldírio Castro) que larga a escola de arte para trabalhar e ajudar a família e a sua paixão por Max (André Sakajiri), irmão mais velho do seu amigo. Conta com direção de Alexandre Biondi, adaptação de Bruno Bossio e direção musical de Kaio Nobre e Vítor Moutte.

foto divulgação 5
(Foto: Divulgação)

8º – Samba Jazz – O Musical:
Estreia no Teatro Ruth Escobar, a produção original Samba Jazz – O Musical, têm as canções interpretado por 15 cantores, narrando quatro histórias que se conectam durante uma ordem de despejo em uma ocupação. Samba Jazz – O Musical têm texto de Well Rianc e arranjos originais deVictor Petti. A temporada vai do dia 04 a 25 de outubro.

9º – Sherek – O Musical TYA:
Versão brasileira do musical da Broadway e do famoso filme ganhador do Oscar, Sherek – O Musical TYA, apresenta o famoso ogro, que busca salvar a Princesa Fiona da garras do temível dragão, para ter de volta seu pântano invadido pelas criaturas de contos de fadas que foram banidas peloLorde Farquaad. O musical possui palco rotativo, grandes cenários e canções ao vivo. Em cartaz noTeatro Novo, entre os dias 20 de outubro a 16 de dezembro.

foto divulgação 6
(Foto: Divulgação)

10º – Na Pele – Um Musical Off- Broadway:
Com estreia prevista para outubro Na Pele-Um Musical Off-Broadway é a versão nacional do premiadoBare – A Pop Opera, conta com produção da 4ACT OFF, na direção está Leo Rommano e na direção musical de Jorge de Godoy. Na Pele têm uma trilha sonora rock, que embala o cenário de um internato católico, onde dois garotos, Peter e Jason se apaixonam, enquanto Peter encontra forças para se assumir pra sua mãe, Jason prefere esconder o que sente, o musical retrata aceitação, tolerância, religião e a descoberta do amor. O espetáculo é estrelado por Diego Montez, Mateus Ribeiro e Thuany Parente.

FONTE: São Paulo Em Mesmice

7 Dicas de como fazer testes para atuar na televisão.

homem-escrevendo-no-bloco-de-notas_23-2147663973

Fazer testes para atuar na televisão pode ser um pouco assustador, ainda mais por saber que tem outras centenas de candidatos esperançosos lá fora tentando conseguir o mesmo papel que você. Aqui vão algumas dicas que podem te ajudar a conseguir testes e, com alguma sorte, alguns papéis.

🎬 1ª – Comece pequeno: Antes de pedir demissão do emprego e tentar ganhar a vida com a atuação, tente construir seu currículo conseguindo alguns papéis no teatro comunitário e fazendo algum curso de teatro. Peça a um amigo para filmar algumas cenas com você atuando, para que você possa ter um portfólio, ou consiga ajuda procurando no Google por “consultores de TV profissionais”, se você puder pagar.

🎬 2ª – Dê as caras: Depois de conseguir um pouco de experiência, crie um site ou coloque suas cenas no YouTube. Assim, agentes, diretores ou produtores podem facilmente ver se você tem talento clicando no link em seu e-mail.

🎬 3ª – Melhore a sua localização: Quando você achar que seu currículo ou site vale o tempo de um diretor de elenco, idealmente você deveria tentar se mudar para um lugar onde programas televisivos estão constantemente sendo filmados, como Rio de Janeiro ou São Paulo. Se você estiver determinado, você vai precisar estar disponível para testes e entrevistas nesses famosos centros. Se for difícil, você também pode fazer uma carreira atuando em programas de TV ‘regionais’, dependendo de onde você mora.

🎬  4ª – Tenha um representante: Você vai precisar de um assistente ou um agente para marcar seus testes e audições, ou tente fazer parte de uma associação de atores. Procure ajuda em sites da internet com dicas sobre atuação. Você ainda pode mandar e-mail para produtores e diretores você mesmo, com o link para seu site ou canal do Youtube. É um jogo de números. Se você tem talento, eventualmente alguém vai te escolher, e então você vai estar no caminho!

🎬  5ª – Prepare-se: Antes de sair para o teste, certifique-se de levar uma variedade de monólogos no bolso e prepare-se para ler textos recebidos na hora, muitos testes são feitos assim.

🎬 6ª – Faça testes: Faça para qualquer papel que puder independente se você acha que vai conseguir ou não. Quanto mais testes você fizer, maior sua exposição, o que pode te ajudar em longo prazo.

🎬 7ª – Recomece: Depois de conseguir um papel em algum programa, procure por outro. Não há limite para quantos programas você pode fazer. Com paciência e trabalho duro seu rosto pode um dia aparecer em vários canais.

Não deixe de dar uma olhadinha em nosso site para conhecer mais sobre a BRAAPA Escola de Atores: https://bit.ly/2xswo51

#beneficiosdoteatro #curso #cursointensico #formaçãoprofissionaldeatores #cursodedublagem #sejaumdublador #braapa #turmasmatinais #turmasnoturnas #teatro #tv #cinema #cursodeteatro #escoladeteatro #vilamadalena #sumare #incriçoesabertas #garantasuavaga #euamoteatro #vemparaoteatro #outubro2018

O Profissional de dublagem

dublagem3

(foto: Alunos no Curso de Dublagem da BRAAPA)

O dublador é hoje um profissional essencial no campo cinematográfico, na esfera das animações, dos seriados, da publicidade, dos videogames, entre outros. Sem eles, os que não dominam um determinado idioma não poderiam usufruir da obra de arte produzida em outro idioma sem recorrer às legendas, o que excluiria da fruição deste setor cultural todos os nãos alfabetizados.
Este profissional cede a voz, a entonação correta, a habilidade interpretativa, a própria respiração disposta na hora mais apropriada, aos personagens de determinadas obras. Geralmente o texto nativo a partir do qual o dublador exerce seu ofício foi preparado por um tradutor, que o converteu da obra original para a linguagem local. Algumas vezes o recurso da dublagem é empreendido na mesma língua da criação primitiva, como no caso da publicidade, com o objetivo de aperfeiçoar a modulação da voz registrada nas primeiras gravações.

A carreira no Brasil.
Para a Formação:

Graduação – Para ser um dublador, antes é necessário atuar. O profissional de dublagem usa a voz para interpretar um personagem, em outra língua. Por isso, um dos pré-requisitos da profissão é cursar artes cênicas (graduação) ou teatro (profissionalizante).
Aqui na BRAAPA, você pode fazer parte do nosso Curso Intensivo de Formação Profissional de Atores: https://bit.ly/2xxltZO e assim depois, ingressar em nosso Curso de Dublagem: https://bit.ly/2B6ZdUx 🎬

O que você vai aprender no curso:

Desenvolver e aprimorar habilidades referentes à atuação do ator dentro de um estúdio de gravação, adquirindo consciência vocal e capacidade de interpretação e análise de texto com foco na oralidade e musicalidade. Postura diante do microfone, técnicas de respiração, dicção, interpretação e principalmente sincronismo labial.

Área de atuação – Estúdios de dublagem, trabalhando em filmes de cinema, desenhos animados, home-vídeos.

O candidato deve apresentar uma voz adaptável, vocação artística inata, facilidade para empreender a leitura dinâmica, discurso informal, ótima memória para decorar textos, aptidão para o desempenho dos mais variados papéis, gosto pela leitura, o hábito de estar presente em teatros e cinemas, ouvir constantemente programas de rádio, ter o dom de transmitir com maestria as emoções dos personagens, de forma sincrônica, permitindo que as falas em português se amoldem aos lábios, como se fossem ditas em qualquer outra língua.

O bom profissional deve também moldar sua voz à representação das emoções que transparecem no rosto e nos lábios dos personagens, e também às suas atitudes na obra em questão. Alguns dubladores se tornam célebres, sendo reconhecido por sua voz, pela atuação nos mais diversos suportes artísticos. Normalmente, porém, sua fama está restrita ao âmbito dos profissionais deste campo ou aos fãs de obras dubladas.

O dublador deve ter em mãos, para trabalhar, o DRT, certificado de conclusão da Faculdade de Artes Cênicas ou Artes Dramáticas, o qual é expedido pelo Ministério do Trabalho. Sem ele o profissional não pode atuar, a menos que ele tenha menos de catorze anos, porque nesta faixa etária este pré-requisito perde a validade, já que a pessoa nesta idade não é propriamente caracterizada como um dublador. Mas, neste caso, a criança ou adolescente necessita de uma autorização emitida pela Vara da Infância e Juventude.

Após a graduação, o profissional pode realizar várias especializações na área da dublagem, as quais são muito comuns nas grandes metrópoles. Estes cursos são geralmente ministrados por dubladores conhecidos. Depois de percorrer este caminho, o especialista pode atuar em filmes do gênero documentário, nas animações, em filmes, seriados, trilhas sonoras, publicidades, jingles, telenovelas, entre outros veículos artísticos.

Os dubladores são submetidos a testes artísticos ao iniciarem se processo de inserção no mercado de trabalho, nos quais devem exteriorizar todo alento inato que detêm. Eles são remunerados pelo que nesta área se conhece como ‘anel’, ou seja, vinte minutos de gravação da voz. Diariamente os profissionais assinam um registro, inserindo o número de ‘anéis’ que eles produziram em sua jornada de trabalho. Normalmente o dublador atua em empreitadas temporárias, definidas por meio de um contrato com as empresa. Algumas delas, porém, garantem ao funcionário um registro funcional e a chance de trabalhar como um profissional fixo.

FONTE: https://bit.ly/2QJAi1J

#dublador #cursodedublagem #sejaumdublador #beneficiosdoteatro #curso #cursointensico #formaçãoprofissionaldeatores #ultimasturmas #braapa #turmasmatinais #turmasnoturnas #teatro #tv #cinema #cursodeteatro #escoladeteatro #vilamadalena #sumare #incriçoesabertas #garantasuavaga #euamoteatro #vemparaoteatro #outubro2018

12 PASSOS PARA SE DAR BEM NA HORA DO BEIJO TÉCNICO

Asif Aman

Em algum dia chegará o momento em que você terá que encenar um beijo com o outro autor. E o segredo para ser profissional e dar um beijo convincente é entender o teor da cena, entrar no clima da peça e ensaiar até que se torne normal para os dois.

1º – Leia a peça com atenção. 

As cenas que ocorrem antes e depois são muito importantes para que ele faça sentido. Por tanto, você deve entender o que acontece nelas para se preparar e decidir a melhor maneira de encená-lo. Compreenda os sentimentos do personagem e como o beijo acontece.

🎬. Você tem que pensar na relação entre as personagens. Por exemplo, se eles são amantes, o beijo deverá ser mais provocante e delicado, mas, se for o caso de não se verem há muito tempo, um beijo ardente e arrebatador será a melhor abordagem.

🎬. Considere a personalidade do se papel. Se ela é do tipo que segura as emoções até o limite, o beijo pode ser a porta para ela liberar tudo de uma vez e isso influência na intensidade dele.

2º – Peça orientação ao diretor

Em qualquer tipo de peça, das amadoras às profissionais, o diretor é responsável por mostrar aos aos atores como eles devem representar seus personagens, cena por cena.
e sugestões de como o beijo ocorre. Aproveite e tire todas as suas dúvidas se ele não falar nada sobre essa cena especificamente.

🎬. Caso ele tenha mais tempo de carreira, provavelmente já dirigiu esse tipo de momento antes e pode ter boas dicas para tornar a experiência toda menos incômoda. Fale como se sente para ele saber como guiá-lo.

🎬. Tenha uma mente aberta se durante a conversa ficar claro que vocês têm visões diferentes sobre o beijo. Comece fazendo como ele diz e, se não gostar ou não parecer natural, pergunte se pode tentar do seu jeito.

3º – Lembre-se de que é apenas uma cena.

Pode ser estranho e talvez constrangedor beijar alguém com quem você não tenha intimidades, no entanto, não são os seus sentimentos que se deve levar em conta, e sim, o do personagem.
A plateia deverá acreditar que a química entre eles é real.

🎬. Seu trabalho é representar o beijo, é tudo faz de conta. Faça-o como qualquer outra ação que você não faria na vida real, como abusar verbalmente ou agredir alguém.

🎬. Caso tenha namorado(a), tenham uma conversa aberta a respeito, para deixá-lo seguro de que se trata apenas de uma encenação; não fazer isso pode agravar o desconforto na hora.

4º – Conheça o ator com quem contracenará. 

Conhecê-lo melhor, será a melhor maneira de aliviar a ansiedade. Conversem, tentem se sentir à vontade quando estiverem juntos. Encarar as coisas com objetividade o ajudará a ter a mesma postura e ambos sentirão menos vergonha.

🎬. Saiam para tomar um café ou usem os intervalos entre os ensaios para conversar um pouco mais.

5º – Discutam o que move os personagens.

Compreender a motivação de cada personagem é tão importante quanto ter familiaridade com o parceiro de cena. Isso permitirá que ambos sintam o que beijo significa e contracenem de acordo.

🎬. Outro aspecto fundamental para o sucesso da cena é ambos adequarem a intensidade dela (e portanto do beijo) mesmo que cada personagem tenha uma intenção diferente. Por exemplo, o seu pode ter sentimentos verdadeiros, mas o dele só quer manipular sua personagem para conseguir alguma outra coisa. Com essas informações em mente, cheguem a um consenso quanto ao clima do beijo; pensem se ele seria melhor interpretado gentil, delicada, ou apaixonadamente.

6º – Estabeleçam regras.

Outra boa maneira de se tranquilizarem é entrar em acordo quanto ao que é e não é permitido. Por exemplo, vocês podem chegar à conclusão de que é melhor beijar de verdade do que fingir, mas com a boca fechada; por outro lado, pode ser uma ideia melhor fingir o beijo e os lábios não se tocarem. Nenhum dos dois tem a intenção de constranger o outro e falar sobre isso abertamente é o melhor jeito prevenir que isso aconteça.

🎬. Nunca faça algo de que discorda ou que não se sinta à vontade para fazer. Fale o que se passa em sua cabeça sem medo, é perfeitamente normal ficar apreensivo nessa situação.

🎬. Caso esteja meio perdido e não saiba como puxar o assunto, diga simplesmente “Eu prefiro que o beijo seja de boca fechada, pois não nos conhecemos direito e eu não ficaria confortável com um beijo de boca aberta. Você se importa?”

7 º – Prepare um beijo real.

Agora que você e seu colega de cena já conversaram sobre o que pode ou não ser feito, comecem a planejar os movimentos que levarão ao derradeiro beijo. Combinem coisas específicas como ficar em pé ou sentados, ou para qual lado cada um inclinará a cabeça.

🎬. A intensidade do beijo os ajudará a determinar a coreografia. Por exemplo, um beijo provocante deve ser mais pausado e curto, enquanto um beijo apaixonado é carregado de uma certa ansiedade, portanto espera-se que seja afobado e dure mais tempo.

🎬. Não pense somente no que os lábios farão, suas mãos também devem ter uma posição própria. Elas ficarão no rosto de seu parceiro de cena? Você o abraçará?

8º – Prepare um beijo fingido

Um beijo técnico não necessariamente precisa ser real para a plateia acreditar que ele aconteceu. Coloque a mão no rosto dele, com os dedos cobrindo a orelha e o dedão sobre os lábios. Quando acontecer o beijo, o dedão estará entre as bocas. Essa é a melhor opção para atores iniciantes ou que não se sintam à vontade com um beijo real.

🎬. Caso prefira a segunda opção, peça para um ator mais experiente mostrar como se faz, pois pode ser difícil se nunca fez isso antes.

🎬. Lembre-se de colocar a mão sobre o lado escondido da plateia, para que eles não vejam que o polegar está lá.

🎬. No entanto, há casos em que não é possível dar um beijo falso. Converse com o diretor e pensem no que será melhor para a cena.

9º – Ensaie o beijo

Vocês provavelmente ficarão nervosos no primeiro beijo (real ou fingido) em cima do palco. Uma solução para lidar com esse estresse é ensaiar muito. Assim, ambos saberão exatamente como encená-lo e consequentemente ficarão mais relaxados.

🎬. Caso esteja pensando em começar os ensaios só com seu coprotagonista, não se furtem em expandir a cena para o resto do elenco. Assim, terão a oportunidade de encenar para uma plateia e os outros atores também passarão a encarar o beijo com mais naturalidade.

🎬. Pratique o beijo na prova de figurino ao menos uma vez, para saber com antecedência se haverá um chapéu ou outro acessório que possa interferir com o fluxo dos movimentos.

🎬. Depois de vê-los executando o beijo, é provável que o diretor tenha alguns detalhes a acrescentar. Caso se sinta confortável com o que está sendo pedido, incorpore-os à atuação.

10º – Cuide muito bem de sua higiene.

Cuidar da higiene adequadamente é o mínimo que deve ser feito para a experiência ser boa para ambos. Tenha consideração por seu parceiro de cena, tome um banho, passe um desodorante e escove os dentes antes de entrar no palco. Se tem uma coisa que pode ser desagradável é beijar uma pessoa com mau hálito.

🎬. Tenha uma bala de menta, chiclete ou enxaguante bucal à mão caso a cena do beijo seja no fim da peça. Aproveite as cenas das quais não participará para usá-los periodicamente e manter o hálito fresco.

🎬. Além disso, passe protetor labial por uma semana ou mais antes da peça se o beijo for real, para ficar com os lábios macios.

11º – Decore suas falas.

Prestar atenção somente ao beijo pode deixá-lo nervoso e fazê-lo esquecer de suas fala, o que pode arruinar a cena. Estude as falas da cena do beijo com mais atenção, para que elas não sejam um problema.

🎬. Uma dica é praticá-las enquanto faz outras coisas, como lavar os pratos, tricotar ou sair para fazer compras. Essa repetição fará com que você consiga encarar um certo nível de distração, similar ao que terá no palco e em frente a uma plateia.

12º – Encene o beijo como combinado.

Para que saia perfeito no palco, o beijo deve ser encenado como foi ensaiado. Não mude os planos de última hora por estar nervoso, seu parceiro de cena não saberá o que está acontecendo e ficará perdido. Faça como planejado, para que ele tenha a reação esperada.

🎬. As ensaios são importantes para vocês conversarem sobre tudo que os deixa desconfortáveis e agirem de maneira previsível na hora H.

🎬. Caso aconteça um imprevisto (como você ficar doente) e a cena precise ser mudada (como para um beijo fingido no último minuto), esforce-se para falar com o coprotagonista antes de entrarem no palco.

Aproveite essas técnicas e venha colocar em prática fazendo parte do nosso Curso de Formação Profissional de Atores.
Mas, corre porque será a sua última chance de se inscrever para o formato de 17 meses.
Acesse o Link e saiba mais: https://bit.ly/2xxltZO  🎬

FONTE: WikiHow 

#ultimachance #curso #cursointensivo #formaçãoprofissionaldeatores #ultimasturmas #braapa #turmasmatinais #turmasnoturnas #teatro #tv #cinema #cursodeteatro #escoladeteatro #vilamadalena #sumare #incriçoesabertas #garantasuavaga #euamoteatro #vemparaoteatro #outubro2018

SAIBA O QUE FAZER PARA SER UM BOM ATOR E UMA BOA ATRIZ (PARTE 2)

mime-feminino-segurando-o-script-ensaiando-no-palco_23-2147891543

*APERFEIÇOE AS TÉCNICAS:

1 – Pesquise o comportamento humano.
Para interpretar diferentes tipos de pessoas, você precisa ser capaz de diferenciar as pessoas. Ao conhecer alguém novo, esforce-se para ouvi-lo completamente. Pergunte sobre o passado da pessoa e note o modo com o qual ela fala, absorvendo tudo. Além disso, a leitura também ajuda a colocar esses conceitos para funcionar, ativando a mesma parte do cérebro ativada pela atuação.

🎬 Faça uma pesquisa específica para o papel. Se o personagem vive em um período específico ou é baseado em uma pessoa existente, pesquise o máximo possível sobre isso. Esses detalhes farão parte da performance, mesmo que de modo subconsciente.

2 – Assista diversas vezes os atores que admira.
Durante a primeira assistida, aja como normalmente faria com qualquer filme. Em seguida, reveja a cena, prestando atenção em cada um dos atores separadamente. Como eles agem quando não estão falando? Como eles falam? Quais as posturas deles e quais gestos eles utilizam ao falar?

🎬 Você falaria algo de modo diferente? Como?

🎬 Um bom modo de se observar atores é através da internet e de peças clássicas. É possível encontrar inúmeros atores recitando os mesmos monólogos de algumas peças de Shakespeare, por exemplo. Observe as diferenças entre eles: quais escolhas os atores fazem para tornar os personagens únicos?

3 – Frequente aulas de atuação.
As aulas de teatro costumam resultar em uma peça ou apresentação e são ótimos ambientes para se praticar sem muita pressão. Preste atenção no professor e nos outros alunos: o que é possível aprender? Como recitaria as falas deles? Que alterações faria nas atuações deles? Torne-se amigo de outros atores e converse com eles sobre o trabalho de vocês.

🎬 Você nunca sabe quando um ator pode ajudá-lo a conseguir um papel. Seja gentil com todos!

4 – Faça um curso de improvisação.
Na improvisação, você deixa que o personagem aja no momento, reagindo de acordo com o que está acontecendo. Essas aulas devem ajudá-lo a atuar de modo mais natural e sem aquela impressão de que você está lendo algo decorado. Existem diversos desses cursos espalhados pelo país, inclusive dentro de escolas de teatro.

🎬 Experimente atuar cenas curtas com amigos e com objetos de cena estranhos para praticar a atuação e a improvisação.

5 – Pratique a atuação no ato.
Em alguns testes, os avaliadores entregarão um roteiro e pedirão para que você atue ali, na hora. Alguns profissionais permitem que você dê uma olhada no roteiro por alguns minutos, enquanto outros preferem que você entre de cara na brincadeira. Por mais que pareça assustador, é fácil praticar. Leia um jornal em voz alta, procure por um conto na internet ou compre um livro de monólogos. Uma alternativa é ler o texto em silêncio e, em no máximo um minuto, escolher um direção para atuar.

🎬 Este também é um ótimo aquecimento para prepará-lo para a atuação em si.

Fonte: wikiHow

Venha fazer parte da BRAAPA Escola de Atores e, aprenda técnicas de como ser um ótimo ator, participando do nosso Curso Intensivo de Formação Profissional de Atores.
Esperamos por você!
Acesse o link e saiba mais: https://bit.ly/2xxltZO 

#cursointensivo #turmasmatinais #turmasnoturnas #formaçaoprofissionaldeatores #teatro #tv